quinta-feira, 27 de maio de 2010

Objectivo de alta pinagem

Há dias em que um tipo traça um objectivo, daqueles nobres, e sabe que não vai descansar enquanto não o papar à bruta por cima de uma mesa com um espelho vitoriano ao lado. E aquele era um objectivo mesmo nobre. Devo dizer, de alta pinagem. Um desejo ingovernável abateu-se sobre a minha cabeça (não será preciso dizer qual) e naquele momento soube que o meu nabo tinha uma missão. A luxúria nabal tinha de ser endereçada por correio urgente e encho o peito preparado para enfrentar as adversidades múltiplas que se adivinhavam para ter a missão cumprida. (Leia-se: Meter o nabo no meio daquela chincha enquanto a faço gemer como um lutador de boxe encostado às cordas). A primeira investida não foi fácil, meus caros. Mas passados dez minutos, um dilúvio jorrava pelas suas pernas abaixo o que me fez pensar que tinha uma sardanisca rapadinha para aquilo escorrer daquela maneira desenfreada, qual enxurrada desgovernada. Puro engano. Havia todo um matagal à minha espera em redor das suas guelras vaginais. Mas eu não fui à tropa, não sou pastor de ovelhas, nem sou fã de campismo selvagem, por isso armei-me em bom escuteiro e fiz o que todos os lobitos fazem. Peguei na minha mãozinha e fui dar corda ao mangalho sozinho.

63 comentários:

retiro o que disse... disse...

Isso é mesmo para lobitos, dos pequeninos, iniciados. Cheios de borbulhas na cara e com a sombra do que será futuramente um bigode...

Patife, estás deprimido?
Deixa lá... antes um mangalho na mão, que duas ratas peludas.


Beijo desgovernado.

Patife disse...

retiro o que disse...:
(Com ... e tudo)
Deprimido o Patife não ficou, mas ficou irritado. Uma tipa de alta pinagem, que desperta o latejar do Pacheco, não pode ter um matagal digno da década de setenta.

O Patife concorda com o teu provérbio, ó desgovernada. ;)

*XS* disse...

Teria sido uma aventura digna de crónica se em vez da Amazónia tivesse aparecido o Deserto do Gobi!!

Confessa Patife... desta vez phoderam-te!!! [Risada!!]

Patife disse...

*XS*:
O Patife confessa é que sardaniscas felpudas lhe reviram as tripas. Ratas de pelúcia não são brinquedo para o Patife. ;)

Dora disse...

Bush is the new kinky! :-)
Não seria a xixa a mais que o afastou?

June disse...

e depois do Patife sair, lá ficou a moça com o matagal... ou lamaçal.

Um beijinho *

Patife disse...

Dora:
Nah. Foi mesmo o mato-grosso. E essa kinkylharia não é para o bico do Patife. Apesar do Patife gostar de bicos-de-obra.

June:
Epá... Por acaso podia era ter-me virado para o mamaçal da moça que era bem arrebitadinho e brincava por ali. Mas... Nah... A imagem do arbusto estava demasiado presente.

S* disse...

Oh coitada! Ai Patife, isso é lá coisa que se faça?

Dora disse...

Meu querido, sabe qual é o meu lema:
"A casa podenão ser grande coisa mas o jardim tem de estar aparado".

Patife disse...

S*:
Foi para o bem da moça, pois o Patife é um benfeitor. Assim, para a próxima, fica bem melhor na fotografia. (Sim, que o Patife fotografa todas para a sua caderneta de cromas).

Dora:
O Patife está contigo. Um jardim aparado é sinónimo de ser papado.

Dora disse...

That's the only way.
Vai ver o meu último post. Vá. Tudo a ver.

Santa Teresinha disse...

Patife sempre que te leio deixas-me bem molhadinha, se um dia te apanho levas uma conada que o teu pau nunca mais se endireita!

Sonhadora disse...

Adorei :) Ganhaste uma seguidora!

Venus in red disse...

Venus ingénua, pergunta ao Patife o que foi que disse á moça, antes de sair porta fora para consolar o mangalho?




Saevium
(curioso)

Stargazer disse...

Bad Guy,

Finalmente alguém que concorda comigo, caramba!

Gosto de te saber "Fiel Jardineiro"...

E já que falamos de analogias cinematográficas,
"Jardins Proíbidos", parece-te bem?

Beijo bem aparado,

Valmont disse...

desde quando é que o Patife é o Robin dos Bosques?

essas choboitas disfarçadas de taliban são realmente de desconfiar. podem ter bombas e depois é que são elas...

foge foge Patife... e desta vez é mesmo foge foge...

Patife disse...

Dora:
Só pelo facto de teres relembrado o Patife dessa grande senhora chamada Traci Lords, o Patife fica eternamente agradecido.

Santa Teresinha:
Pela santa... Ó Teresinha, nem sabes onde te estarias a meter. ;)

Sonhadora:
Ah... Maravilha. O Patife gosta de ter uma legião de seguidoras femininas. Cheers.

Venus in red:
Se à que tinha a chona seca como uma pedreira o Patife disse: "Pensas que isto aqui é alguma picareta?", a esta o Patife disse: "Pensas que isto aqui é alguma rebarbadora?". Tudo para manter a coerência.

Stargazer:
O Patife é um infiel jardineiro. Pois jardina em muito lado. Mas só em jardins bem cuidados. Os proibidos, então, são o delírio do Patife que tem uma costela pecaminosa. Ou duas. Vá, ou todas.

Valmont:
Ahahahah. Ora nem mais meu caro Valmont. Nunca se sabe o que se pode por lá encontrar. O Patife gosta de tudo à vista desarmada. Defeito de voyeur. E sim, neste caso foi mesmo foge foge Patife.

Dora disse...

Óptimo. Então faz lá um post agora sobre uma foda tua onde não te tenhas armado em macho e que tenhas levado baile! Ehehehehe! Please!

Pedro disse...

Matagal já não se usa...fizeste bem Patife q é para ela aprender para a próxima!!!!

Waldorfa disse...

Oh meu querido patife já dizia a minha avó, mais vale só que mal acompanhado, neste caso mais vale mangalho na mão do que no matagal errado, lol

Beijinhos e para a próxima oferece à Sra., um voucher de depilações num qualquer instituto, lol

Felina disse...

Para a próxima pede uma foto de corpo inteiro

retiro o que disse... disse...

Fosgasse, tudo bem que matagal ta fora de moda, mas os nossos pais comiam com pelos e com tudo e nós demos em pessoas bem grandinhas!
Deixem-se lá de mariquices, que se não fosse por causa destas coisas, as gajas não sofriam tanto e não gastavam tanto guito a arrancar aquilo que nosso senhor nos dá. De borla!!!

E convenhamos, é porque não tinhas muita fome, se não tinha ido com pelo e com tudo.

Patife, os pelos são como as ervilhas, por mais que os apartes, acabas sempre por comer algum.

Dora disse...

retiro o que disse: não generalizes porque eu tiro tudo com cera, pelos nem ve-los...é caro mas não me queixo. Prefiro andar como me sinto bem e não para agradar um camafeu qualquer e não gastar esse dinheiro numa merda de uma camisola para ficar mais produzida.
Os homens são livres de se queixarem porque eu também não como nada com pelo :-)

Malena disse...

Foi a Revolução do Nabo? Pensei que essa já tivesse sido há uns séculos atrás!

retiro o que disse... disse...

Dora:
Eu generalizei, e não especifiquei. Acho que fiz bem :)

Cada um trata dos seus da forma como gosta. E um homem sem pelos na gaita é como um jardim sem flores, parece um bebé, e eu não como criancinhas.
Uma aparadela nunca fez mal a ninguém, mas daí a andar a arranjar pelos das minhas entranhas? nahhh.. vai à máquina zero, mas não passa disso. Porque é a mim que me doí. E depois, pelos loiros têm a sua essência. Ao contrário dos pretos.

kiss**

p.s.-já para não falar nos penteados possíveis. Enquanto que sendo careca... tsss, não dá. :D

WTF?! mas eu agora venho pra'qui, pró blog do Patife, discutir problemas da pintelheira?! desculpa pá, foi sem querer ó Patife. Bj*

retiro o que disse... disse...

Eu queria dizer "arrancar" e não "arranjar", mas também serve.

Rei da Lã disse...

Estás muito esquisito!

Resides no Alto do Pina?

Buster disse...

Ah seu Patife! Deixas-te a sardanisca morrer no meio daquele pranto vaginal! ;P
Informo vossa excelencia que devido a este tipo de "gosto" por parte do sexo feminino, uma sociedade anónima abriu a empresa ficticia da comunidade Talanal, a "TalanoCortes" que se dedicava ao desvaste, corte e/ou aparo deste tipo de matagal! xD
Eu ca sou aventureiro mas nao por arvoredos deste tipo!

Fica bem seu Patife, o mestre! ;)

Patife disse...

Dora:
O Patife a levar baile!? O mais parecido que o Patife tem com isso foi a semana passada em que engatou uma que levou com o pacheco no baile.

Pedro:
Nem mais. Caiu em desuso e o Patife gosta de se manter actualizado.

Waldorfa:
Ahahahhaha. Sábio provérbio. Essa do voucher é bem pensada, sim senhora.

Felina:
Mas o Patife gosta do efeito surpresa. Tem os seus riscos, como foi o caso, mas o Patife aprecia uma cona kinder, que fazer?

retiro o que disse...:
O Patife acordou esquisito nesse dia, sim. Desengane-se quem pensar que o Patife é um nazi dos pintelhos. E, de facto, pêlos loiros são outra cantiga...
Está desculpada. Este blogue é livre de censura. Podes discutir os problemas que quiseres. Se bem que prefiro discutir a galhofa de forma galhofeira. ;)
Beijo com pêlos. Da barba de três dias.

Malena:
Ahahaha. O pacheco é marxista-leninista e por vezes acorda contestatário e virado para revoluções sem sentido.

Rei da Lã:
Ahahahah. Não. Mas pino de alto.

Patife disse...

Buster:
Ahahaha. Estava mesmo em pranto. Arranjos florais no cimo do jardim o Patife acha graça. Tipo canteiro encimado. Já mais para baixo o Patife prefere campo aberto ao malhanço. "Patife, o Mestre", acho me habituava facilmente a tal epíteto. ;)

retiro o que disse... disse...

Humm Patife, barba de 3 dias?
Então se tiveres alguns pelos no peito e mãos bonitas, anda cá que já falamos.

I rest my case :)

mas não descanso enquanto não te rapar essa barba à moda antiga. Sentadinho num cadeirão, à estilo Sweeney Todd. Mas sem sangue...

Beijo*

Rei da Lã disse...

Hã?
Apanhas daquelas que gostam de ficar por cima, é isso?

;)

Patife disse...

retiro o que disse...:
Parece que falamos. Ahahahahahah. E o Patife gosta de algumas coisas à moda antiga, tal como ir a barbeiros clássicos só para fazer a barba à navalha. True story.

Rei da Lã:
O Patife é como uma teia de aranha. Por vezes até apanha coisas que não quer.

Buster disse...

Arranjos florais ja são outra história... Ate porque ficam bem na casa de qualquer um... Então na entrada do motel onde o Pacheco vai fazer carreira todas as noites é um mimo! xD
Já dizia o nosso amigo Quim Roscas e adaptado por mim:"Para o Patife as mulheres com canteiro encimado são como as botas da Tropa, marcham todas!"
ah ah é bom que o Patife se habitue porque é com esse epípeto que é destinguido.... ;)

Patife disse...

Buster:
Em fila, a marchar *pó pacheco, é de macho. Ah que bela aliteração. Até porque o Patife é uma figura de estilo.

Distinção aceite! ;)

Bianca disse...

Então é assim meu querido Patife, a Cabra como bissexual que é, e com conhecimento de causa, garante que dá uma grande tesão rapar uma bela ratinha como um fabuloso patife! Para a próxima, que se verificar tal filme, sugere (quem sabe) esse teu futuro novo fetiche e vais curtir à grande. É rapar e passar a mãozinha a sentir se ainda pica, és tu e ela a encherem-se de tesão, e depois da refeição bem elaborada... menham, menhammmm...
Boa refeição Patife.
Beijo da Cabra Branca, Bianca.

Vadeer disse...

Patife "Um jardim aparado é sinónimo de ser papado."

Buster disse...

É evidente que a vida militar está marcada no patife, só o objectivo da marcha é que muda! xD
Estilo na escrita nao lhe falta... Digo desde já que aqui está algu que gosto de apreciar, um bom carácter de humor inteligente... Go ahead ;)

retiro o que disse... disse...

Olha lá, ó Patife. Confirma-me lá de que zona do país andas tu a escrever estes textos ordinários.
Já sei que passas pelo Chiado, mas eu também vou a Lisboa e nem por isso moro lá...

Pedro disse...

" nazi dos pintelhos"

LOL

Felina disse...

Pois entendo... efeito surprêsa... qualquer dia no meio matagal ainda te aparece uma minhoca ou uma cobrinha

Alentejano disse...

Oh!Patife será que não te enganaste e deste corda ao mangalho do vizinho?Não sei, não sei não...

Loulou de Lyon disse...

Ai meu Patife. Havias de passar pelos folhos da Loulou. Queres que te mostre a arte pipiana? Queres que te conte uma história? Humm? Beijos, bebé

Libertya... disse...

Podias sempre dar uma de Eduardo Mãos de Tesoura... e criavas arte!!!


Aposto que o arbusto ficava bem mais engraçado... lol

Anónimo disse...

Então e diga-me lá Patife: Preferes foder uma tranca alta e esgia ou uma baixa e curvílinea? Ou, trocando por miúdas, tanto fode umas como outras?


Irei seguir com regularidade este antro de patifaria!

Abr

Senhor Geninho disse...

O "Ouriço" é o contraceptivo mais eficaz nos dias que correm. Ninguém ousa enfrentá-lo de peito aberto, ou melhor, de cabeça aberta! Seria o mesmo que te atirares todo nu para cima de um rolo de arame farpado! Da-sssee, as mulheres inventam com cada uma...

The Fine Pair disse...

Patifório:

O que é preciso é ter objectivos... E não desistir só porque a vida nos atira um matagal ou dois.

E sabe-se lá se, no final da floresta farfalhuda, não está o santo graal das ratas inesquecíveis...

Azael disse...

isso de ir à tropa tem muito que se lhe diga.... eu fui operações especiais e não me dou lá muito bem com a mata!Mato rasteiro e/ou descampado é melhor para praticar queda na máscara!


abraço


ps: da próxima será melhor levares uma tesourita no bolso...podes não fazer nada mas ainda ganhas uns trocos como barbeiro ( logo que não sejas o Sweeney Todd)

Patife disse...

Bianca:
O Patife não é propriamente tosquiador e até para fazer a sua própria barba é um castigo. Mas um conselho de uma cabra é um conselho a ser seguido. Por isso, em breve será feito e aqui relatada a experiência. ;)

Vadeer:
Nem mais. Cheers.

Buster:
Que as palavras marchem sempre. É sinal que o Patife continua a fazê-las marchar aqui para o Pacheco.

retiro o que disse...:
O Patife não consegue viver longe do Chiado. Vivia longe, mas quando chegou a Lisboa aterrou no Chiado e aquilo foi foda à primeira vista. Nunca mais conseguiu abandonar o local.

Pedro:
;) Um benfiquista a rir é sempre algo que agrada ao Patife.

Felina:
Num matagal à frente do Patife não entra nada. E a entrar é a minha jibóia. Ou Anaconda, dependendo se é manhã ou noite.

Alentejano:
Não há engano possível. O Pacheco é único e inconfundível. O mesmo podem atestar as centenas de mafarricas que já o amarfanharam. ;)

Loulou de Lyon:
Só a fonética já deixa o Patife de cabeça perdida: "Loulou de Lyon". Dito com boquinha de sotaque francês. Parfait. E o Patife não enjeita uma boa história. ;)

Libertya:
Ahahaha. Seria uma boa ideia, não tivesse o Patife "alergia" a pêlos soltos. Detesta cortar o cabelo e fazer a barba. Manias... E se há coias que o Patife é, é maniento.

Anónimo:
O Patife não troca nada por miúdas. Sejam altas e esguias ou baixas e curvilíneas. Cada uma tem o seu encanto e o Patife fode cada recanto. O Patife adapta-se, até porque sabe que todas as saliências e reentrâncias são fontes de prazer. ;)

Senhor Geninho:
Ora aqui está um homem que sabe do que fala. É mesmo um arame farpado para os falos deste mundo.

The Fine Pair:
Se estivéssemos em tempo de guerra, onde qualquer buraco é trincheira, ainda vá. Mas pronto. O Patife promete ser menos "nazi dos pintelhos" da próxima vez. ;)

Azael:
Eh lá. Operações especiais. O Patife é mais operações pachachais. Mas já vi que são operações com várias similitudes. Pois mato rasteiro e/ou descampado também é melhor para praticar queda na pachacha. ;)

Ulisses disse...

Obrigado pela visita.

A seguir-te também.

:)

Patife disse...

Ulisses:
Ah... Ora aí está uma figura que me faz sempre lembrar que tenho o Pacheco do tamanho do Cavalo de Tróia. ;)

Ulisses disse...

E tens gregos escondidos lá dentro?

Ou vês-te grego para os tirar?

:)

Patife disse...

Ulisses:
Nos dias em que o Pacheco acorda em modo gigante de conto-de-fodas vejo-me grego é para o meter. ;)

retiro o que disse... disse...

Pois, bem me parecia que tinhas de ter uma manobra de distracção para as apanhar...

Ou oupa, e o Pacheco já lá canta...

Quase como a anedota do David Copperfield e da Claudia Schiffer.

-Claudia, tas a sentir a minha mão no teu pipi?
-Estou!
(Então o David mostra-lhe as mãos e grita:)
-Magia!!

Beijo no tendão. De Aquiles.

The Fine Pair disse...

Prometes ser menos nazi dos pintelhos da próxima vez? NADA DISSO, Patife!!

Patife que é Patife nunca se censura só porque um parzinho (por mais apelativo que seja) poderá ter uma opinião contrária, or ter uma... sensibilidade de frasquinho de cheiro (que não é o caso, já agora). E tu, meu caro, és o verdadeiro PATIFE! ;)

(Eu posso tardar de vez em quando, mas visito sempre o teu estaminé.):)

retiro o que disse... disse...

Como é?
Já é terça-feira, vamos lá lavar as remelas ao coiso e escrever o post de hoje que eu estou à espera!!!
Vai demorar muito, vai?

Patife disse...

Retiro o que disse...:
Eheheheh. O Pacheco em acção é pura magia. (O Patife gosta de ver esse entusiasmo pelo post seguinte quase tanto como gosta de ver o entusiasmo pela foda seguinte). ;)

P.S: "Remelas ao coiso" tiradas logo pela fresca.

The Fine Pair:
O Patife perde a concentração com um belo par pela frente. Diz que sim a tudo, baba-se, perde a coerência e ganha pachecal proeminência. ;)

(O Patife não se importa que a menina tarde, desde que apareça no estaminé com a boca suja para alimentar a alma do Patife).

Corset disse...

Li o post inteiro, mas o que ficou mesmo na cabeça foi única e exclusivamente o espelho vitoriano.

Patife disse...

Corset:
É de bom gosto. Pois o espelho vitoriano é mesmo a única coisa que interessava no texto. Aliás, o Patife acha que só escreveu o texto para se gabar do seu espelho vitoriano recém-adquirido numa loja de antiquidades. E se o espelho falasse... ;)

Corset disse...

Damn. A inveja já se instalou =\

Patife disse...

Corset:
Ahahahahah. "Coisa feia, a inveja".

Rice disse...

Então elas sao melhores ao descoberto? ah ah! I Knew it, as minhas idas constantes à cera não me vão deixar ficar mal

Patife disse...

Rice:
Ahahaha. Acredita que não te vão deixar ficar mal. O Patife sempre é fã da era das descobertas. ;)