terça-feira, 25 de maio de 2010

De canudo na mão

Se há coisa que o Patife gosta é de papar licenciadas, pós-graduadas, doutoradas e mestradas. Já menstruadas, dispenso. Mas não pensem que gosto de mulheres letradas pelo que lhes vai na cabeça ou por achar que são fodas superiores. Gosto de licenciadas porque sabem bem o que é ter o canudo na mão. E saber ter o canudo na mão é uma coisa que o Patife preza e respeita. É que desde pequenino que eu torço o meu pepino e por isso gosto de uma boa torcidela pepinal. Há quem diga que é por eu ter um feitio torcido, mas é mentira. Mas continuando: ontem acordei com uma inóspita vontade de ir laurear a minha pevide. E se na maioria dos dias sigo o lema o Pacheco quando cresce é para todas, e saio para a rua de olhar esgazeado pronto a ser mamado, ontem só queria aviar chona licenciada. Sou um bocado temático, é certo. Ligo de pronto então para o meu companheiro de engate, com o qual assinei uma espécie de Tratado de Tordesilhas Fodengo, o Xerife. O Xerife move-se bem no meio das licenciadas e eu precisava de uma fresquinha. Mas como acordei preguiçoso e guloso demais para andar à caça, optei por ligar-lhe e mandar vir uma por encomenda. Ganda Xerife, sabes o que é que marchava hoje? Uma licenciada daquelas que tu conheces, muita porcalhonas. O Xerife tratou logo de especificar o pedido, pois ele é picuinhas e tem aquilo tudo catalogado com as notas que tirou após anos de pinadas: mas licenciada em quê, pá? Como sabes há uma grande diferença entre uma licenciada em química, que é de combustão fácil, e uma licenciada em direito que gosta de malhar a direito por pichas tortas. Perante a minha hesitação o Xerife disparou: Pronto, vai aqui o contacto de uma advogada da década de setenta. São uma boa colheita para a tua adega. E claro, o Xerife não se enganou. Dez minutos depois de ter ligado à mafarrica de direito, e embriagada como um cacho, já estava em tom desafiante a provocar-me, dizendo que eu não era Patife para lhe espatifar a cona toda. Tu não sabes onde te estás a meter mas eu sei bem onde o vou meter, pensei. É que o Patife é um homem à antiga que não vira a cara a um desafio. Por isso espatifei-lhe a anilha até ficar sem o cio.

53 comentários:

retiro o que disse... disse...

Fosgasse Patife, tu matas-me!
Por este andar vou ter de mandar pôr botox na testa mais cedo do que previa.

Na testa da cara, sim! Por causa das rugas de expressão de tanto me sorrir aqui.

Na outra testa, as marcas de desgaste fazem parte da vida e não são para mexer.
Já dizia o outro que cada ruga conta uma história...

Beijo Estapafúrdio*

almighty yellowphant disse...

Haha isto realmente só tu. o que eu me rio contigo :P

Olha pois envia-me as fotos que eu trato disso :P

S* disse...

Nunca me ri tanto com a porcaria de um post. Oh pah, eu sou licenciada em Letras. Qual é a minha definição nesse vosso dicionário?

JP disse...

E valeu a pena?

Patife disse...

Retiro o que disse:
Não retires o sorriso que o Patife gosta de ver a menina retiro a sorrir.

Na outra testa nada de botox, sim. As marcas de desgaste fazem, de facto, parte da vida. Mas são para mexer... Que o Patife é muito mexilhão.

Eh lá. Isso é um beijo do caraças. ;)

almighty yellowphant:
Fotos o Patife não tem. Mas tem um câmara de filmar oculta na lapela do pincel.

S*:
Ora. Essa é fácil. O Patife adora mulheres de letras. As mulheres de letras estão habituadas a grandes calhamaços. ;)

JP:
Tudo vale a pena quando a corneta não é pequena. O que é o caso.

Venus in red disse...

Os portadores desse pecado que é a preguiça, mesmo que em momentos pontuais, não deviam ser contemplados com um dos 7 magnificos... a luxúria!

Especialmente... em gloriosas castas, colhidas nos 70's...

;)




Basium
(contestador)

Patife disse...

Venus In Red:
O Patife é homem para os sete pecados e mais alguns. E olha que a preguiça orgásmica, por vezes, dá jeito.

Dora disse...

És o alter ego do Bandido? Ehehehe!

Patife disse...

Dora:
Esse foge mais do que fode. Eheheh.

Dora disse...

E tu, fodes alguma coisa?
Desculpa mas era inevitável! (Sem ofensa) :-)

Patife disse...

O Patife fode mais do que foge. Mas também fala mais do que fode. Chamo-lhe treinos linguísticos. ;)

Jussara Christina disse...

Patife que se preze tem mesmo que encarar o desafio! kkkkk
Adoro teu blog.
Me divirto pq adoro entender o mundinho masculino.
Bjs doces

Stargazer disse...

Bad Guy,

Explica-me uma coisa que a temática interessa-me pelo seu lado humanístico :).

Se as licenciadas em Química são de combustão fácil e as em Direito malham direito por pichas tortas, como fodem as licenciadas em Psicologia? Fodem-te a cabeça à força toda?

E as em Comunicação Social? Fodem muito e não dizem nada?

E as Arquitectas? Fazem fodas do tamanho de uma casa?

Interessante o tópico...

Pergunto-me como fode uma licenciada em Música...cá pra mim cantam-te uma granda cantiga e não fodem mesmo nada, mas como não é a minha área...

Então e tu Bad Guy? Summa cum laude?
Ui, ui...

Patife disse...

Jussara Christina:
Obrigado Jussara. Mas temo que neste blogue não aprendas nada sobre o "mundinho masculino". Até porque o Patife considera que o seu Pacheco deveria ser o centro do Universo.

Stargazer:
Hum. Se achas interessante o tópico, não te vou responder agora às questões, mas preparar um manual sobre o assunto para futuro post. Obrigado pela ideia.

O Patife recebeu a distinção de Summa Cum Laude do pinanço. Coisa que lhe ocupou tanto tempo e energia que foi apenas distinguido com Magna Cum Laude nos estudos teóricos. ;)

Malena disse...

E era de qual das regiões demarcadas? Madura ou verde? De uma só casta ou com de várias? Com um travo a madeira ou frutado? Estás a dar poucos detalhes... :P

Malena disse...

Ainda bem que eu só tenho o 9º ano!

retiro o que disse... disse...

Lamento, mas este beijo aqui ao lado, só será válido se acrescentares as devidas (...) no final do meu nome.
Não vá haver confusões e acharem que eu tenho um ponto final na coisa.

Já agora um beijo desenhado, que é a minha área e sai mais perfeito.

Patife disse...

Malena:
O Patife é um cavalheiro. Não é daqueles que anda para aí a contar com detalhes o que faz na cama com uma senhora. Ah, mas esta não era uma senhora. Portanto: Era madura, bem madura. Envelhecida em casca de carvalho e dotada de uma acidez estimulante, com travo a baunilha.)

9º ano é de quem quer passar depressa à prática. ;)

Retiro o que disse...:
O Patife acrescenta as devidas... Ponto final na coisa, deixamos para outros carnavais. ;)

Ah... de desenho... habituada a rabiscos, portanto. Perfeito.

retiro o que disse... disse...

habituada?
Patifinho, darrrrrrrling, não há projecto final possível que não passe pelos rabiscos.
Desculpa, mas desenhador de jeito, tem de rabiscar muito antes de chegar ao termino da obra.

Aliás, isso de querer fazer a coisa sem rabiscos é p'ra estagiários.

Obrigada pelas...

bj*

Patife disse...

retiro o que disse...:
Ahahah. É o que eu lhes digo sempre. Primeiro deixa-me brincar aos rabiscos, depois já te deixo que me deites a mão à obra.

Valmont disse...

Ah grande Patife...

Já te vou considerando uma lenda...da torcidela pepinal.

Para quando uma estátua ou o nome numa rua.
"Rua Patife pinador"

Juni disse...

para esse manual não te esqueças das licenciadas em Ciencias do Mar;)

ah e já agora..como seria uma licenciada em Terapia da Fala?xD

continua com as Patifarias&Cª, que a gente gosta do que lê (e lê do que gosta:P)

*

Patife disse...

Valmont:
Eeheheh. O problema era optar pela rua, pois não deve haver rua nesta cidade que não tenha já tido a marca do Patife. Mas o Patife gosta da ideia.

Juni:
O Patife não se esquecerá, certamente. As da Terapia da Fala são as preferidas do Patife. Pois é meio caminho andado para fazerem uma boa Terapia do Falo.

Alentejano disse...

Este é um País de Patifes e de Doutoras!!!Eles querem é foder e elas querem é ser fodidas...seja lá como for!!!Já agora sigam o conselho do Prof. Júlio Machado Vaz:façam sexo oral pois além de fazer bem à saúde fazia reduzir o défice das despesas do SN do mesmo!!!

Eduarda disse...

Adorei a resposta ao comentário da Dora...


:)))))

Patife disse...

Alentejano:
Esse é capaz de ser o conselho mais sensato do Prof. Júlio Machado Vaz. Quanto a Patifes e Doutoras, é como juntar a fome à vontade de as comer.

Eduarda:
E o Patife adora meninas com o dedo à frente da boca. Chamo-lhe treinos pepinais. ;)

Eduarda disse...

Epá, eu que até não me considero burra de todo, estou práqui a ver se percebo o porquê da resposta ao meu comentário se referir a meninas com o dedo à frente de boca... e não chego lá.


Tou a perder qualidades :(

Patife disse...

Eduarda:
Olha lá bem para a tua imagem do perfil. Ou o Patife está a alucinar, coisa perfeitamente razoável a esta hora, ou está lá uma menina com um dedo à frente da boca. Sim, que estas coisas não escapam ao Patife.

Eduarda disse...

AHHHHHHHHHH !!!!!!


( essa tua mania de chamares nomes ás coisas... )

S* disse...

Grandes calhamaços? Por acaso...

Patife disse...

Eduarda:
O Patife tem muitas manias. Oh se tem.

S*:
Não é acaso. É científico.

Felina disse...

Isto é muito nivel para eu entender vou aguardar o tema sobre as semi-analfabetas com a 4ª classe

Odalisca disse...

LOOOL Delirante! :P

Eu cá não sou licenciada nessas áreas (sorte ou nao a minha?=

;)

Patife disse...

Felina:
Ora aí está mais uma classe curiosa. Analfabetas são virgens do anal. Já as semi-analfabetas fizeram apenas rodagem e estão no ponto para começar a acelerar.

Patife disse...

Odalisca:
Toda e qualquer área tem as suas idiossincrasias. Como em breve haverá um post dedicado ao tema, se quiseres, poderás indicar a/s área/s que tens curiosidade em ver catalogadas. ;)

Felina disse...

E não é que o Patife até percebe do assunto...

Odalisca disse...

Exacto... vou fazer uma listinha e depois coloco aqui :P

Patife disse...

Felina:
São ânus de pesquisa. Como disse antes: É científico. ;)

Odalisca:
O Patife ficará à espera. Coloca aqui sim, que o Patife também gosta muito de colocar por aí. ;)

Felina disse...

Pois imagino deves ter pesquisado todos os livros de sexologia da biblioteca nacional

Patife disse...

Felina:
E de várias bibliotecas internacionais. Sempre com a preciosa ajuda na pesquisa de bibliotecárias muito solícitas. ;)

Azael disse...

Pecado nelas...com ou sem canudo!Mas que o "canudo" não lhes falte!


abraço

Capitu disse...

Não sei se fode ou não fode. Ainda assim revela vontade! Quem muito fode, muito encolhe... já dizia a minha avó.

Patife disse...

Azael:
Cheers. Enquanto houver Patife há canudo.

Capitu:
Errr... Fui ali confirmar no espelho e nah. Nada de encolhimentos.

*XS* disse...

Que tenhas sempre fôlego, Patife! E que a tesão nunca te falte, seja ela de língua ou de canudo!!

:P

Patife disse...

*XS*:
O Santo Padroeiro do Tesão que te ouça e que dê sempre fôlego ao Patife. ;)

Libertya... disse...

Ela mandou-te a conta da drogaria depois presumo... Seu espatifão!

Senhor Geninho disse...

Qualquer queima das fitas, esses antros de promiscuidade, são o céu no que toca a rapidinhas! Não pelo tempo que dura o acto em si mas pelo tempo que se demora a engatar uma licenciada em "Técnica de sangue no álcool". Daí a dar uso ao canudo é um tiro!

The Fine Pair disse...

Parece-me é que isto é nostalgia... As semanas académicas têm disto. Trazem à lembrança copos, canudos e fodas que, não sendo de todo superiores, eram diferentes - cada macaco no seu curso, certo? ;)

Patife disse...

Libertya:
Espatifão é bom. Mas o Patife não quer cá contas. Tira-lhe o "t" e a conversa já muda de figura. ;)

Senhor Geninho:
Ahahahah. O Patife aprecia os ensinamentos do Senhor Geninho. O Patife gosta de antros de promiscuidade, desde que não associados a queimas de fitas.

The Fine Pair:
O Patife pensava que já te tinha perdido. "Cada macaca no meu galho". É o lema do Patife. ;)

Anónimo disse...

Bem meu caro Patife, no meio de tanta fodanga e nesse chavascal fodal em que tens a tua vida feita, só te posso aqui vir dar os meus mais sinceros e humildes parabens, pois vives a vida que milhares de ditos profissionais fodangos gostariam de viver.
Irei certamente continuar a ler as tuas paginas.

Patife disse...

Anónimo:
"Chavascal fodal" é expressão grandiosa. O Patife cá estará para continuar a escrever. ;)

Corset disse...

Oh senhor Patife, a Corset é licenciada em Direito e não se identifica com a vil expressão cá presenteada. E agora?xD

Patife disse...

Corset:
Cada profissão tem uma tese principal e duas alternativas. Ora deixa cá consultar... cá está: Tese B para licenciadas em Direito: Regradas no tribunal, desregradas na cama (com espelho vitoriano ao lado). É uma espécie de compensação. ;)