terça-feira, 12 de outubro de 2010

A amazona da goela

Se eu fosse patrão e tivesse muitas empregadas iria facilmente à falência, tal a frequência com que as brindaria com um aumento - do Pacheco. É uma coisa apelativa essa de catrapiscar e afinfar no trabalho, além de trazer claras vantagens na diminuição do stress e no aumento da produtividade. E ontem tive de ir a um daqueles institutos que não servem para nada mas que têm gajas boas a dar com o pau. Com o meu pau, entenda-se. Já lá tinha ido umas quantas vezes e a secretária já andava embeiçada há algum tempo. O que me deu logo na ideia: Se estás mesmo embeiçada é só meter-te a corneta nas beiças. Não me enganei e levou-me para o arquivo. Como boa samaritana da barbatana não demorou muito tempo a meter-se de joelhos. O Patife, como grande motivador, ia soltando palavras de incentivo: Vá... trabalha agora tu que depois eu dou o litro. O problema é que foi mesmo um litro. Ela de facto sugava no postilhão com sapiente mestria mas na hora da verdade, armada em autêntica amazona da goela, engasgou-se toda. Tal como manda o protocolo tive de lhe dizer: Pronto... agora é que está o caldo entornado. O que me fez lembrar da menina PE – a Punheteira Explosiva – que batia uma que me deixava o caldo em tornado, tal a forma como me metia o Pacheco a jorrar por todo o lado de forma descontrolada. O pior foi que um dos esguichos nabais acertou em cheio na boca de uma boneca de porcelana de colecção que a avó lhe tinha oferecido. Mas isso é outra história e agora eu estou a contar a da secretária. Secretária essa que, com o caldo entornado, achou que o Patife já tinha ficado satisfeito. Limpava ela os cantos da boquinha quando demonstro que ainda tinha uma segunda ronda na forja. Oh Patife... agora fiquei cansada, pois mamar um nabo desses é um feito que deixa qualquer músculo desfeito. Pelo menos eu esforcei-me para acreditar que foi isso que ela disse. Pronto: Na verdade ela apenas disse que estava cansada. Mas como nunca dou uma foda por perdida, retorqui: Pois... mas agora vais ter de ter mais folhos que fadiga.

37 comentários:

S* disse...

Boa boa... se não leva de um lado leva do outro. És um must!

A Minha Essência disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A Minha Essência disse...

Por breves instantes fiquei preocupada com a mocinha. Digo, de se ter engasgado! LOOL

Carolina Tavares disse...

O importante é não deixar nada escapar... é para isso que serve os múltiplos pontos de diversão na mulher... ou não? Ahahah

Maionese disse...

Não há melhor mamada,
Nem foda mais ordinária,
Que aquela que é dada
Numa boa Secretária!

Libélula Purpurina disse...

És um patife de primeira! ahahahaha

oral_muito_melhor_que_palavras disse...

Patife, um litro??

Com a frequencia com que as pões a descascar o pessegueiro meu amigo te digo, se fores até aos Açores e te radicares por lá tens ai, tu e o Pacheco uma grande fonte de rendimento, claro esta com essa facilidade ou saber de as levares a beber ao teu moinho rapidamente esgotarias todas as ordenhadoras por lá mas ai, depois, terias de adoptar outra estratégia, mas vá isso ficaria para depois .

Um Abraço
Continuo a ler. . .

VM disse...

"Vá... trabalha agora tu que depois eu dou o litro"...

vejamos, mas é boi ou uma vaca?

=D

Louise disse...

Patife, sempre no auge da actividade.
E cá para mim, se o Patife tivesse empregadas, andava sempre a trocá-las. É que pelo que percebo, o Pacheco gosta de diversidade.

Vera, a Loira disse...

Tenho cá para mim que o Patife se tivesse empregadas já estava na falência com as indemnizações que tinha de lhe pagar...

Storyteller disse...

LOL tu és o maior patrão de sempre :P
Um rei..

desejo disse...

Coitada da moçoila, com um pau desses, tem lá ela fôlego para mais uma chupada!
Estou a trabalhar. Não tenho tempo para mais nada.
De boca aberta, como sempre, com as tuas espressões.


desejo

desejo disse...

*expressões


desejo

Marta disse...

Como diz o outro, toma e embrulha :)

Petra Pink disse...

dassx um litro... nem uma vaca leiteira te ganha.

Barão Mervelho disse...

Bem, é portátil e não se cansa...

http://img.alibaba.com/photo/217773227/Goat_milking_machine_0086_15238020786.jpg

Malena disse...

Oh patife, tu tem cuidado que ainda sufocas a rapariga e depois ficas com o Moita Flores à perna! :P

Sôzinha disse...

É preciso ter-se sempre muito cuidado! Já viste se a secretária, ao engasgar-se, não ia desta para melhor? E depois, quando chamassem a polícia, o que lhes dizias? “Ela é que estava com a boca onde não devia?” Com sorte ainda podia parecer um acidente de trabalho…

L.O.L. disse...

Clique aqui para ver mais uma postagem Super-Hilariante :))))

TILIDA disse...

Parece que a crise não é geral...
Ainda bem!

Patife disse...

S*:
Obviamente. Em tempo de guerra qualquer buraco é trincheira. ;)

A Minha Essência:
Eu não fiquei preocupado. Em último recurso tinha aqui o desentupidor de esógafos. ;)

Carolina Tavares:
Ah sim. Qualquer saliência ou reentrância é uma fonte de prazer. ;)

Maionese:
Ah... O Patife enquanto inspiração poética é coisa que me agrada. Gosto. ;)

Libélula Purpurina:
Um Patife de primeira que dá a segunda e a terceira. ;)

oral_muito_melhor_que_palavras:
Ahahahahah. Já estou a marcar viagem. Falo tudo por uma boa ordenha. ;)

VM:
O Patife dá sempre o litro no acto sexual. Por vezes também dou um litro. É uma questão de sorte. Ou de azar, no caso. ;)

Louise:
Há quem se vire para a biodiversidade, o Patife é pela ciodiversidade. ;)

Vera, a Loira:
Ahahahah. Pagava em litros, está visto. ;)

Storyteller:
Por acaso até gosto de mandar. De mandar o pau às gatas. ;)

Desejo:
Um post do Patife que não deixa a boca da desejo aberta não é um post oficial. ;)

Marta:
Antes o tome e engula que o toma e embrulha. ;)

Petra Pink:
Claro que não. Coitada da vaca leiteira ao pé do Pacheco que é uma vaca meiteira. ;)

Barão Mervelho:
Ahahahaha. Sempre em grande, tal como o Pacheco. ;)

Malena:
Eu até viro para o celibato só para não ter o Moita Flores à perna. Aliás, ele é a razão pela qual o Patife nunca pina atrás da Moita. ;)

Sôzinha:
Obviamente que seria processado por acidente de trabalho pois não estava a usar protecção. ;)

L.O.L.:
Dava jeito, dava jeito. ;)

TILIDA:
Aqui não há crise nem greve. É tudo em fartura. ;)

desejo disse...

"Um post do Patife que não deixa a boca da desejo aberta não é um post oficial. ;)"


ahahahahahaha! Fiquei sem palavras.

retiro o que disse... disse...

Nem sei que lhe diga... Só peço que o ano traga muitos dias de Implantação, de forma a que o Patife possa percorrer os arquivos de todo o país. Entenda que também há muita mulher na prateleira à espera que lhe limpem o pó.

A menina já pensou noutra forma de rendimento, pode ser lançado (isto com o respectivo consentimento da menina Stargazer, claro)o dicionário do Patife... Ajudaria, de certo, muita gente a perceber o abecedário do Patife.

Beijo bilingue*

Patife disse...

desejo:
A desejo habitua-me mal. Qualquer dia não fica de boca aberta e o Patife vai ficar de birra. ;)

retiro o que disse...:
Para limpar o pó das que estão na prateleira tenho aqui o meu espanador. Aliás, adoro meter o meu espanador em prateleiras.
(Ah. E adoro ver a abertura da menina retiro... quanto a projectos editoriais, claro está). ;)

Felina disse...

Um litro? já pensaste em fazer parceria com o banco de esperma, o excedente até podia ser exportado, dizem que as exportações são boas para a economia do país, já pensaste que enquanto gozas podes contribuir para que não cortem os abonos...

ZEROMAN disse...

"Mais folhos que fadiga" é divinal!!!!!

Patife disse...

Felina:
O abono Pachecal só pode ser recebido directamente da fonte, sob pena de perda da sua superior qualidade. E muitos litros já são exportados para o estrangeiro dentro das turistas. São uma espécie de "mulas" dos cartéis de droga dos tempos fodernos. ;)

ZEROMAN:
Tudo o que meta mais folhos e menos fadiga é divinal. ;)

zelda disse...

Vou pensar 2 vezes antes de voltar a usar a expresão 'dar o litro'. lololol

Patife disse...

zelda:
Não é relevante que dês o litro. É mais importante que recebas o litro. ;)

Stargazer disse...

A menina Retiro tem todo o apoio da Stargazer, afinal temos que zelar pela cultura nacional, senão corremos o risco de termos um país de iliterados...

Quanto ao espanador...parece-me uma excelente ideia. E com a minha ilimitada imaginação, o marketing e o savoir faire da Menina Retiro aliados aos atributos do Mauvais Mac, parece-me que conseguimos um all-in-one (hoje está-me a dar para esta palavra, deve ser da tarde que tive :)!) e comercializar o dito como um triplo função: bate-escova-TRANSpira...ou seja, limpa as teias de aranha, o pó, faz cócegas e se necessa´rio ainda se dá umas valentes vergastadas com o cabo.

O ideal para as Donas de Casa (Des)Esperadas.

Temos negócio?

Mauvais Mac,

Quere-me cá parecer que o menino anda pelo arquivo morto tipo agente do X-Files... ou seja, a tirar a radiografia dentária às Secretárias...cuidado com o chumbo!!!

Capitu disse...

Devo dizer que eu sou uma das que votou «ordinário» tal a escandaleira!

Patife disse...

Stargazer:
Para fazer um all-in-one consigo e com a Retiro é preciso um bom swing. Temos negócio pois claro. Tudo o que meter a Stargazer e a Retiro juntas é bom aqui para o meu negócio. :)

Capitu:
Mau, mau, Capitu Maria. Assim é que fica o caldo entornado em tornado. ;)

Dani disse...

lolololol. fiquei com dores de barriga de tanto rir. Grande blog. Parabéns.

Patife disse...

Dani:
Costumam ficar com mais dores nos folhos do que na barriga. ;) Obrigado e bem-vindo/a.

Stargazer disse...

Mauvais Mac,

Li algures que um dos objectivos de Vida do Mauvais Mac era um Threesome. (Aliás já brincámos com isso aqui nos comentários relativamente ao Henry Miller)! que incluísse um livro, uma Mulher e o resto seria fantástico...

Ora um swing comigo e com a Retiro dá três (nas minhas contas). Não vejo como swingar a três, a não ser que o quarto elemento seja um livro (o que remete para o parágrafo anterior). Why not uma tertúlia, sendo o quarto elemento o célebre dicionário que iremos produzir/editar numa parceria cultural?

E se começássemos por um sushi ao som de Chill Out, bom, isso não era um all-in-one, mas sim um whole-in-one, ou seja a Mandala completa.

Let's go for it?

Total kiss,

:)

Patife disse...

Stargazer:
Obviamente que estava a contar com um livro para quarto elemento. Mas assim ainda melhor. Produzimos o dicionário e depois é um ver se vos avio. ;)

Stargazer disse...

Mauvais Mac,

ora aí está um verbo colocado no tempo correcto! De fio a pavio!

Beijo bem aviado, à moda antiga

:)