segunda-feira, 26 de setembro de 2011

O Pesseguitóris

Sei que muitos vão duvidar das palavras que se seguem. Mas garanto que, tal como de costume, não estarei a exagerar. Este fim-de-semana dei o meu giro nocturno e obviamente que a páginas tantas já estava tocado. Não tenho culpa que elas não consigam tirar as mãos de cima de mim. Há noites em que fico mesmo todo tocado. Não largam este naco de carne. O que tenho entre as pernas, entenda-se. É uma espécie de erecção assistida. Agora que penso nisso, a facilidade com que as pachachas se abrem para o Pacheco é impressionante. É como se o Pacheco fosse uma chave. Que abre toda e qualquer fenda. A versão sexual da chave de fendas, portanto. Deve ter sido uma coisa do género que eu disse a uma loira que estava a dançar no Viking este fim-de-semana pois ela respondeu-me: Para ter uma abordagem assim é preciso ter lata. Concordei e respondi que para ir para a cama com o Patife era preciso ter rata. Nem dois minutos depois já estávamos de saída para casa dela. O que se passou a seguir, meus caros, é digno de registo presencial. Que grande bochecha de cona que a gaja mandava. Devidamente decorada com um clítoris do tamanho de um pêssego. Um pêssego careca, ligeiramente rosado. Digo-vos que ganhei uma luxação do pulso a estimular aquele clítoris. Até sou apreciador de fruta, especialmente se for descascada, como era o caso. Mas a protuberância daquele clítoris fez-me lembrar aquela teoria que afirma que o clítoris é um pénis subdesenvolvido, o que foi o suficiente para me vestir e ir para casa. Não vá o nabo tecê-las.

25 comentários:

retiro o que disse... disse...

'Tifinho,
eu sempre soube que o Pacheco não gostava de misturas homogéneas.

Há que dar valor, é selectiva a chave, não se deixa levar por uma fenda qualquer.


Beijo, tocado.

Monstro dos olhos azuis disse...

hahahha vais ao viking? tive lá à 15 dias, adoro o som :D épico!

Patife disse...

retiro o que disse...:
Não aprecio grandes misturas. Apesar de não resistir a umas belas fissuras. ;)

Monstro dos olhos azuis:
Épico era o tamanho daquele clitóris. Ainda tenho os olhos em bico. ;)

scriptum privatum disse...

Muitos bicos deve ter havido por aí...
Beijos

Tripolar disse...

Patife ficou com medo de ser possuído pelo gigantóris!

Malena disse...

Hoje só se me apraz dizer: És um doido, tu!! :P

S* disse...

Tadito do Pacheco, há-de ter ficado desmotivado...

Patife disse...

scriptum privatum:
Sem dúvida. Mas é coisa que não é para o meu bico. ;)

Tripolar:
Possuído não. Mas dois pénis, ainda que um seja subdesenvolvido, no mesmo espaço é coisa que não agrada ao Patife. ;)

Malena:
Hoje a ti só te apraz dizer e hoje a mim só me apetece atrás foder. ;)

S*:
A roçar o traumatizado. ;)

caleidoscopio disse...

O Patife a negar uma noite bem passada por causa de uma teoria? Está a ficar muito selecto ou a virar estudioso em vez de praticante? :)

Carolina Tavares disse...

Penso que mulheres que possuem um clitóris muito grande acabam por não ser atrativas. Já a versão masculina, ou seja, o pau, quanto maior e mais grosso mais saboroso é. A grande questão é que o tamanho GG deixa ¨mal¨ acostumada.

desejo disse...

"Para ter uma abordagem assim é preciso ter lata. Concordei e respondi que para ir para a cama com o Patife era preciso ter rata"

ahahahahaha! ganda patife!!!!

Patife tens de concordar que há pesseguinhos e pêssegos, pelo que tens de contar com o que te aparece à frente. Quem arrisca petisca, neste caso não petiscou.
O teu Pacheco é selectivo...

:) desejo

Uma Rapariga Simples disse...

"Agora que penso nisso, a facilidade com que as pachachas se abrem para o Pacheco é impressionante."

E isto fez-me lembrar disto:
http://youtu.be/C_FgHDoKa0k

Enjoy! :)

AC disse...

Clitóris e pêssegos.. mais tamanho menos tamanho o que interessa é a qualidade do artigo o resto é tudo fruta:)

Anónimo disse...

Lista de desejos para o Natal q se esta a aproximar: uma versäo sexual da chave de fendas.(ui ui)
Simplesmente genial!
Bj e uma boa semana
Mazi

Patife disse...

caleidoscopio:
Está apenas a virar (ainda mais) parvo. ;)

Carolina Tavares:
É o que todas me dizem: Estragaste-me para os outros homens. ;)

desejo:
Petiscar ainda o pestisquei. Apenas não o papei. ;)

Uma Rapariga Simples:
Ahahahahah. *Ca ganda pachacha com pernas. Era mais ao menos isso que motivou a expressão "bochecha de chona". ;)

AC:
As pachachinhas querem-se inversamente proporcionais ao tamanho dos bacamartes. Vocês gostam deles grandes, nós gostamos delas pequenas. É uma questão de equilíbrio cósmico.;)

Mazi:
É bem capaz de ser o item mais pedido este Natal. ,)

Sairaf disse...

Espero que isso não te tenha tirado a tesão,cof cof, perdão a inspiração!!
Daqui a uns dias o Pacheco fica pronto para provar outras frutas!!!
Abraço doce
Sairaf

Patife disse...

Sairaf:
Ficou pronto assim que fechei a porta atrás de mim. Salada de frutas foi o que aviei a seguir. ;)

A Chata disse...

Oh Tifinho, tens de estar aberto a novas experiências...

Ellie disse...

AHAHAHAHAHAH. ficas sempre tocado? LOL

Patife disse...

A Chata:
Elas é que ficam abertas à minha experiência. E depois de experimentar vou embora. ;)

Ellie:
Sempre tocado. Não me tiram as mãos de cima. ;)

Pintas disse...

"versão sexual da chave de fendas" Muito bom mesmo...as expressões que inventas.

Ficaste com medo dos teus próprios pensamentos eu diria...

Patife disse...

Pintas:
Sou alérgico a pêssegos. Se fosse um clítoris do tamanho de uma melancia ainda lhe dava uma talhada. ;)

O meu mamarrajo é maior que o teu! disse...

Absolutamente épico, escrita fenomenal.

Ao nível do abixanado blog (o meu pipi).

Gostava de saber se actualmente, existem mais alguns rotos com o talento semelhante a este patife (trocando por miúdos, existe mais alguns blog's activos com o mesmo tipo de diarreia mental?)

Beijos à prima,
Mamarrajo.

Patife disse...

O meu mamarrajo é maior que o teu!:
Absolutamente épico foi a queca que dei ontem à noite. Trocando por miúdas, que prefiro a miúdos, não sei Mamarrajo, mas certamente que talento não faltará por aí. O meu talento está apenas na ponta do Pacheco. ;)

Toni dos bifes disse...

Com que então o monumental Pacheco deixou-se intimidar pelo colussal clitóris. Desta não estava a espera.