segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Encher-lhe as medidas

Ter estado tanto tempo de férias está a provocar os seus danos colaterais. Ontem ligou-me uma mafarrica que tinha aviado em vésperas de ir de férias. Já nem me lembrava do nome dela - apesar de me lembrar perfeitamente do tamanho e da silhueta das mamas - mas a magana telefonou para se lamentar que não voltei a ligar, que nunca mais me viu e que a minha ausência a fez sentir um grande vazio dentro dela. Fui sensível a este argumento. Sei que ela não estava a exagerar, porque após uma maratona de seis horas com o Pacheco enfiado até aos fundilhos é perfeitamente natural que fique a sentir um grande vazio dentro dela, criado pelo tempo de exposição ao meu bajolo. Aliás, depois de ter tido o Pacheco lá dentro acredito que mesmo que agora entre num gang bang com dez pichas ao mesmo tempo a escancararem-lhe a pachacha sentirá sempre um certo vazio. Senti pena da moça e disse que podia passar cá por casa. Sei que só eu é que lhe consigo encher as medidas. Mas assim que a despi percebi logo que tinha exagerado no esfolanço de chona que lhe dei antes das férias. Ela tinha as bordas da cona mais lassas que o elástico das cuecas que trazia vestidas, o que à partida parecia uma missão impossível. Não percebo o excesso de uso que algumas mulheres dão ao elástico das cuecas. Já o excesso de uso que algumas dão às bordas da cona percebo perfeitamente.

25 comentários:

Malena disse...

Elástico das cuecas lasso? Isso é um desleixo imperdoável!Para além de que só têm elástico as cuecas da avózinha!!! ;)

VM disse...

solução para ambos excessos de uso: deixem de usar cuecas.

=D

Patife disse...

Malena:
Sou a favor da elasticidade. Tanto nas cuecas como no corpo humano. ;)

VM:
Também voto a favor. Menos cuecas para mais quecas. Parece-me justo. ;)

AC disse...

Tens que dizer à senhora...mais quecas, melhores cuecas!
Exigência..:))

MENAGEATROIS disse...

Quando leio estes posts tenho um vislumbre da alma masculina...lindo!

Ulisses disse...

...pois, eu compreendo-te...
...também já se me aconteceu, quando eu era jovem e completamente passado da cabeça...
...agora já não sou tão jovem...

LOL

Mas essa analogia com os elásticos tem que se lhe diga...

Já agora, se me permites,

MENAGEATROIS,

Só um vislumbre?

LOL

:)

Patife disse...

AC:
Deixei-lhe um memorando sobre o assunto na alça do soutien. Que também tinha o elástico gasto. Mas este percebe-se pelo avantajado par de mamas da rapariga. ;)

MENAGEATROIS:
E em troca dás um vislumbre da mama feminina. É justo. ;)

Ulisses:
Ahahah. Sou a favor de elevados níveis de elasticidade. Aprendi isso com uma ginasta romena olímpica. ;)

desejo disse...

Patife, essa coisa do elásticos lassos já não se usa.
Quanto à c..@, nem comento.

:) desejo

Carolina Tavares disse...

O que faço é rir de tanta criatividade, mas com certeza tem muita conversa e pouca queca... vá... não acredito.

Tripolar disse...

como diria o outro: cona lassa "...é uma cena que a mim não me assiste!"

Patife disse...

desejo:
Na minha caderneta fodenga assinalei a moça como contra-ordenação muito grave. ;)

Carolina Tavares:
Tem toda a razão. Com o Patife é só conversa enfiada! ;)

Tripolar:
Ahahahah. Infelizmente é uma cena que de quando em vez assisto. ;)

Tripolar disse...

Pois, pelo que percebo, o Pacheco ainda não sofre de claustrofobia logo a lassidão não tem aplicação prática na prevenção de ataques de claustrofobia.

MENAGEATROIS disse...

Quem escreve assim não tem quecas, ou se tem é com a legitima esposa, as escuras...lol. Ah e no blog tenho mais vislumbres, se te deres ao trabalho de espreitar...

S* disse...

É um excesso plenamente justificado, meu caro.

CC disse...

ahahaha "Menos cuecas para mais quecas" - apoiado!!!
Saudades de me rir assim!!!

Patife disse...

Tripolar:
A lassidão não tem, mas o Pacheco tem muita aplicação prática. ;)

MENAGEATROIS:
O Patife está sempre pronto para espreitar. E dou-me sempre a esse prazer. ;)

S*:
O excesso de uso do elástico das cuecas? Contesto!. ;)

CC:
É mais ao menos o que ainda ontem à noite ouvi após a queca: "Saudades de me vir assim", suspirou ela. ;)

xapac disse...

Cuecas compradas nos ciganos é o que dá. Mas mesmo assim mais vale com elásticos lassos do que com as ancestrais cuecas da avó!

sê benvindo de volta!!!

Patife disse...

xapac:
Obrigado pela magnífica imagem. ;)

Anónimo disse...

Q saudades!
Quase fico sem palavras ao deliciar-me com suas letras, somente um senäo,a falta de sentimento demonstrada pelo sexo masculino.
Bj
Mazi ,sua fiel seguidora.

Patife disse...

Mazi:
Sentiquê? ;)

xarmus disse...

Ó patife.... agora desiludiste-me. Então as gajas que vão a tua casa levam cuecas????? as que vão ter comigo já sabem que cuecas é coisa que não permito. Comigo nunca há elásticos lassos.

Patife disse...

xarmus:
Um dia hei-de conseguir abolir as cuecas do vestuário feminino. Um dia... ;)

xarmus disse...

Um dia... quando fores grande. Mas acho que vais no bom caminho. vai ao meu blog ver algumas fotos das minhas férias, e ver como as minhas amigas andam sem cuecas não só dentro de água, como nas esplanadas.

Ísis disse...

Concordo...sem cuecas!!!

Patife disse...

xarmus:
É um regalo. ;)

Ísis:
O Patife gosta disso. ;)