quinta-feira, 15 de setembro de 2011

15 minutos de mama

Tenho um fetiche por mulheres de coro. Já aviei algumas e tenho a dizer-vos que até podem ser de coro, mas na cama não têm decoro nenhum. Há uns tempos que ando a catrapiscar uma mulher de coro e este fim-de-semana ela foi cantar numa igreja. Por isso lá fui, nosso senhor que me perdoe, só para a ver de goela aberta e aferir das suas capacidades bucais. O pior é que a interpretação do coro foi antecedida por uma missa e a dado momento olho para o lado e vejo uma fulana que me tinha abocanhado o trombone na semana anterior. Começo a ter a ligeira sensação que são poucas as bocas de Lisboa que ainda não me passaram pelo pincel, o que faz do Pacheco uma espécie de Kursk das pichas-submarinas. Até pode andar uns tempos a flutuar-lhes nos lábios mas foi feito para afundar. Mas continuando a história para não me dispersar: Lá estávamos os dois, lado a lado, de mãos postas e joelhos dobrados sobre a madeira empoeirada da igreja, poucos dias depois de quase lhe ter perfurado o esófago com o pincel. A situação era potencialmente constrangedora mas aqui o vosso amigo Patife ergueu a cabeça, sorriu e sussurrou-lhe: É estranho estarmos ambos de joelhos ao mesmo tempo, não é? Presumo que humor que envolva meter um nabo gigantesco numa boquinha santa não seja o mais indicado para usar no interior de uma igreja. Percebo isso pela forma como ela grunhiu enquanto mudava de fila. Por isso deixei que a missa acabasse e aguardei que a mulher de coro cantasse e tivesse os seus 15 minutos de fama. Já o Pacheco acabou por ter os seus 15 minutos de mama.

16 comentários:

Senhor Geninho disse...

Uma a cantar ao microfone e outra a mamar no trombone é uma sinfonia de "methoven"!! :p

Sairaf disse...

Posso assim dizer, que não há mama nem santa que te escape, abençoado sejas!! ahhaha

clap clap clap

Patife que estais na terra,
santificado seja o seu Pacheco,
venha a nós o vosso reino,
Seja feita a sua vontade,
assim na cama ou em qualquer lado,
o desejo-nosso de cada dia nos daí hoje,
perdoai-nos os nossos orgasmos,
assim como nós agradecemos a que nos tem fodido, e não nos deixeis cair sem penetração, e não nos livrais do prazer.

Fode fode

Boa semana ao senhor que me dá inspiração e deixai-me cair a tentação.
Abraço doce Patife
Com carinho
Sairaf

retiro o que disse... disse...

TIFIIIIIINHO!!!!
15min de mama?????? Sóóóó???? Esse Pacheco não merece novatas...

Comigo, dura enquanto as glândulas salivares e a coluna cervical assim o permitirem.

Kiss, with lots of tong, for more than 15 minutes... for sure... Bless You!

S* disse...

Os teus 15 minutos devem ter sido mais entusiasmantes.

Patife disse...

Senhor Geninho:
Ahahah. Ou uma sinfonia de Broch. ;)

Sairaf:
O Patife sente-se honrado com tamanha inspiração. Vou mandar fazer t-shirts e incluir esta reza na primeira página do manual do Patife. Just fucking perfect, girl. ;)

retiro o que disse...:
Ahahah. 15 minutos com o Pacheco é um recorde do Guiness. A menina está a esquecer-se de um pormenor importante, que é o contacto da envergadura do Pacheco a pressionar o esófago. Há inclusivamente registos de um pulmão perfurado durante o abocanhamento pachecal. ;)

S*:
Para mim foram certamente. Mas só porque não sou grande fã de música de igreja. ;)

Malena disse...

Possa! Eu canto num grupo coral...;)
O que vale é que não actuo em igrejas! ;)

desejo disse...

O Senhor Te perdoe amém.
(Por isso já não vou à igreja. Quando vou, é nos moomentos que quero estar sozinha).

:)

Patife disse...

Malena:
Ah... a Malena é uma autêntica mulher de coro. O Patife quase que se comove. ;)

desejo:
Agradam-me particularmente os confessionários. Mas não é para estar sozinho. ;)

Palavra do senhor disse...

Este blog é uma grande malha! Pensava eu que era maluco, mas tu ainda és pior. Palavra do senhor!

Patife disse...

Palavra do senhor:
De aviar tantas malucas a coisa passa por osmose. Palavra de Patife. ;)

Carolina Tavares disse...

Estou cá a rir, pois já cantei em coro... ahaha

Quanto pensamento profano! Ajoelha e reza... kkkk

Almeida Lucius™ disse...

Muito bom e para vc um otimo fds, abraços !!!

Beta disse...

Eu cá acho que o Patife devia experimentar "estar de joelhos"... um homem com tantos dotes certamente faria um bom trabalho com outro homem!

Fica aqui a sugestão ;)

Patife disse...

Carolina Tavares:
Quem tem de rezar é quem já cantou em coro. ;)

Almeida Lucius™:
Salvé! ;)

Beta:
Isso seria um bocado rabicho. ;)

Pintas disse...

Já cantei em coro...agora fico a pensar o que pensariam de mim. Ainda há essa conotação às meninas do coro? Agora 15 minutos? aguentas de certeza???hmmmm???!!!!

Patife disse...

Pintas:
Esse é uma conotação universal e insofismável. Se aguento? Até aguento 15 bocas durante 15 minutos. ;)