terça-feira, 23 de novembro de 2010

Potencial Cabril

Adoro festas privadas. Têm todos os ingredientes para dar certo. As pessoas vão para um ambiente onde conhecem sempre alguém e bebem à vontade conduzidos pela falsa calma subconsciente de que em caso de beberem demais alguém toma conta delas. O curioso é que quase todos bebem demais e os que bebem de menos vão-se embora cedo. Por isso, as festas para o final ficam entregues à lei da parvoíce. E aí, o Patife dá cartas. Cheguei a esta festa já tarde e andei a cirandar de copo na mão a avaliar o PC do festim. Ora, como toda a gente sabe o PC - Potencial Cabril - é o índice mais importante a considerar numa festa e quanto mais alto este for mais possibilidades há de se acabar a noite a malhar forte e feio. Aquela festa estava a rebentar de Potencial Cabril, com um número bem considerável de mulheres sensuais, tesudas e com decotes a manifestar disponibilidade imediata. Foi por isso muito difícil aqui para o vosso amigo Patife decidir qual a iguaria mamaçal que iria petiscar. Por isso, por uma vez na vida decidi que iria ficar quieto e em vez de escolher a presa seria a presa a escolher-me. (Sim, acabou por ficar presa a meio da noite, mas isso são pormenores íntimos que um cavalheiro como eu não conta). E foi num momento em que estava a meter uma quiche na boca que ela apareceu, airosa e com um decote alarmante. Boa noite Patife... Está a gostar da quiche? Fui eu que fiz. Olhei para o relógio e como já tinha passado daquela hora em que nada de bom acontece, dando maior exuberância e naturalidade ao reino da parvoíce, não consegui resistir a responder: Muito boa. Confesso que não tenho dedo para a cozinha. Mas tenho dedo para o cuzinho. Ainda hoje sou atormentado pela expressão de terror da moça. Olhei para o relógio e afinal tinha visto mal as horas, muito por culpa do decote dela, por isso até teve o que mereceu. Aguardei mais uma hora e agora fui eu na sua direcção. Fui-me chegando devagarinho como quem não quer a cona e quando ela se virou disse-lhe: Desculpa o meu comportamento há pouco. Foi grosseiro. Mas para te compensar deixa-me agora compor-te o ramalhete. Voltou a franzir a cara mas de forma menos proeminente e desta vez respondeu: Estás a armar-te em carapau de corrida? Ao que o Patife replicou: Não. Mas tenho aqui um carapau de cu, querida.

Note to self: O irresistível apelo da parvoíce fonética será sempre o meu calcanhar de Aquiles.

38 comentários:

S* disse...

ahahah

Se alguém realmente fizesse esses trocadilhos eu não sei se achava ordinário ou irresistível. Tens graça!

A Minha Essência disse...

Humm... sempre com resposta na ponta da língua o senhor Patife...

Mas diga-me! Suponho que esse "carapau de cu" (já que não está esclarecido) abrange todos, correcto? ;)

Patife disse...

S*:
É o tom, e não as palavras, que define a linha entre o ordinário e o irresistível. Ok: a quantidade de álcool no sangue também ajuda. ;)

A Minha Essência:
Nem sempre é a resposta. Por vezes tenho a posta na ponta da língua. ;)

Para desespero e tristeza colectiva dos gays deste país, o Patife é monossexual. ;)

A Minha Essência disse...

Muito bem, como previa! ;)

Beijo

VM disse...

é impressão minha ou o Patife, ultimamente, anda metido muito na vinhaça?

=D

Patife disse...

A Minha Essência:
E já em tenra idade me provia. ;)


VM:
O Patife não anda nada metido na vinhaça. Anda sempre metido na pachacha. ;) Agora a sério: Não é na vinhaça. É na Whiskaça. ;)

Stargazer disse...

Mauvais Mac,

If you ask me what really got me...I'd say...

...the note to yourself. Thetis knew what she did when she immersed Achilles in the Styx...

And with this fonetics, I gave you the perfect motto...Thetis, Achilles and the Styx...

Iliad's kiss

:)

Dry Martini disse...

LOLOLOLOLOL. "Como quem não quer a cona" é perfeito.

VM disse...

é que tens tido com cada problema de expressão ultimamente... não sei não, mas tu muda de after-shave que isso passa, oraite?

[ou então muda de Tide para Skip que o efeito é o mesmo!]

=D

Patife disse...

Stargazer:
A sempre Stargazer inundada de referências. A Thetis é que estragou isto tudo. Pois ensinou as mulheres a procurarem pelo "calcanhar" de Aquiles e a usarem-no em seu benefício. ;)

Dry Martini:
E também como quem quer dar a cona. ;)

(Desculpem. A hora do almoço abre-me o apetite).

Patife disse...

VM:
Ahahahaha. É para compensar o facto do Pacheco ser um nabo expressionista. Além disso os problemas de expressão baixam as expectativas para depois se causar boa impressão. ;)

desejo disse...

ahahahahhahahaha! Só um Patife para me pôr ás gargalhadas e bem disposta.
Fico "doida" quando te leio, ahahahahahahahahaha


desejo

retiro o que disse... disse...

Venho. Leio. Vou. E não comento. O Patife está em falta para comigo. Por isso, vou continuar a vir, ler e ir embora. Sem passar cartão, sem o presentear com um comentário com a consistência e dedicação que é habitual. Não retribuis, não levas prendinha.

Sem beijo. Sem festas e sem provocações.

Stargazer disse...

Soulmate,

Se te consola, o Mauvais Mac não me liga NÉPIA! Nós, as comentadoras mais sublimes do Patife, aquelas que falamos com cuidado, carinho, dedicação e sobretudo com qualidade, somos as preteridas!

E ainda ele fala das Odaliscas...Cá para mim o Tifinho tem é os pés frios...
Podemos sempre lançar-lhe um desafio, e ver se se aguenta à bronca...uma priovate party até que não era nada mal pensado, hummmm? Começo a ser como São Tomé e a duvidar das habilidades do Bad Guy...

Beijo assim meio consolador,

:)

Stargazer disse...

Mauvais Mac,

Eu bem tento procurar...mas não é propriamente pelo seu calcanhar...

Garanto-lhe que nas minhas mãos (entre outras partes anatómicas) seria certamente um ponto forte...a seu e a meu favor.

Beijo assim no twilight zone :)

retiro o que disse... disse...

Soulmate, até te digo mais. O desafio será ter de escrever um texto, sobre nós. Hipoteticamente falando. Ou não...

Até gostava de saber se a imaginação do nosso Tifinho é assim tão boa.
Se iria ter coragem para nos "desenhar" com palavras...

Mas isto, se o Patife não continuar a fugir de nós como o Diabo da cruz.

Desafio(s) lançados. Depende de ti, Patife.

Beijo, de capa vermelha, assim à toireador.

Patife disse...

desejo:
"Fico doida quando te leio". A de ontem ficou doida quando se veio. ;) Mas acredita que as gargalhadas me dão mais alento que qualquer orgasmo proporcionado. ;)

Stargazer e retiro o que disse...:
Heresia! As duas de castigo. Já. Onde já se viu!? Já de joelhos para rezarem o Pacheco vosso. Insubordinadas! Já não se arranjam Odaliscas como antigamente. Raisparta o Maio de 68. ;)

Stargazer disse...

Avé Maria Mauvais Mac,

Que boa maneira de evadir uma pergunta...

Quem está de castigo és tu. Vai-te auto. Flagelar!

:)))

Beijo Nosso que estás no Céu (da Stargazer, claro!)

Stargazer disse...

Soulmate,

Falta a música. Habanera, claro. L'Amour est enfant de bohème, il n'a jamais, jamais connu de loi...

:)

Beijo enrolado na coxa, como os Havanas!

Mauvais Mac...agora sim. Isso é que é desafio. Prova aquilo que vales.

Olé!!!

Compatível disse...

Grande Patife. Se há coisa que também curto é o Potencial Cabril.

Lolita disse...

Meu querido Patife, o irresistível apelo da parvoíce fonética será sempre a tua capa, o refúgio, e não o calcanhar de aquiles ;))

P.s. sinto-te um pouco melancólico, serão sinais de mudança... pronto, era só para lembrar, o dito post...hehehe
Beijos

Patife disse...

Stargazer:
O Patife não foge perante os desafios mais arrojados. Ambas serão recompensadas. Odaliscas com pêlo na venta, hein? Onde já se viu?

Compatível:
Potencial Cabril em Potência é o novo PCP. ;)

Lolita:
Ahahahah. Mas vocês hoje acordaram todos virados para os "discos pedidos"?

Rita da Maçaroca disse...

Ahahah xD meu deus e ela caiu? Há mulheres capazes de tudo. Homens já não me admira! :p

Libélula Purpurina disse...

Bem que me apetecia dar uma pequena contribuição para o elevado PC da audiência... mas, embora seja sempre muito agradável "entalar" um patife, hoje não se sinto inspirada... :)Grande Patife! A ti a inspiração nunca falta! És um verdadeiro fenómeno! :)

Marota disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marota disse...

Estimado Patife,
"Toma lá - chupa cá" são para mim palavras perfeitas, mas as melhores de sempre foram: "Por acaso gosto de mulheres que falam. Mas isso é porque acho que falar deveria ser sinónimo de mamar no falo. Dessa forma seria bem mais fácil aturar uma mulher a falar a noite toda. Gostava de as utilizar como assinatura no meu foro preferido, posso? Cumps - Marota

A assinatura pode ser vista na rubrica Über mich

http://www.portugalforum.org/members/garota.html

Patife disse...

Rita da Maçaroca:
Caiu como um patinho. Já o Patife caiu na ratinha. ;)

Libélula Purpurina:
Fenómenos são do tempo em que eu vivia no campo e elas me diziam que eu tinha de foder menos no feno. ;)

Marota:
Pode pois. Faça o favor de levar a minha ideologia a outros povos e outras gentes. ;)

Pipa disse...

Ai Patife o que eu rio contigo. lol

mr.Z disse...

patife... é o rei LOL

Patife disse...

Pipa:
Por vezes é mais cio comigo. ;)

mr.Z:
O Rei da patifaria no reino da velhacaria. ;)

mr.Z disse...

velhacaria!!?

Patife disse...

mr.Z:
Reino da velhacaria pois. Mas não confundir velhacaria com vacas velhas, hein? O Patife, além de patife, é velhaco. ;)

mr.Z disse...

ahh apanhei

o Patife, sabe muito... xD

Ps: o carapau de cu tb assume cus peludos!!? (nao me digas que o patife é agente duplo!!!)

Patife disse...

mr.Z:
O meu Pacheco é um agente duplo mas de dupla penetração. E é muito selectivo: apenas amarfanha rabinhos sem pêlo. ;)

Miss B disse...

Eu começo a acreditar que seria muito interessante um encontro nosso. com as trocas de palavras ainda poderias ter hipoteses mas na acção...bem....nenhuma palavra ordianria te safaria

Erótica.plus disse...

Querido, tirando algumas expressões que me deixaram com a sensação de "out", dei boas gargalhadas aqui. vc me parece uma pessoa interessantíssima. Adoro gente bem humorada. Um prazer ter tua visita em meu blog e um prazer maior ainda, te ler. Bjs e voltarei mais vezes.:)

Patife disse...

Miss B:
Ahahaha. O Patife safa-se sempre com palavras ordinárias... ;)

Erótica.plus:
Curioso. A maioria das minhas expressões levam-me a ter uma sensação de "in" nas moças que me passam pelo pincel. ;)

Anónimo disse...

Escreves bem, sim, é um facto. Mas o teu desrespeito pelas mulheres em geral deixa-me sem palavras. Sei que é tudo dito com um tom humorístico( pelo menos, assim espero), mas preocupa-me que haja pessoas que ao lerem-te, levem demasiado a sério essa conversa do " não há nada mais importante do que uma boa foda". Espero que as pessoas que te lêem, consigam ter o discernimento de perceber que a mentalidade do Patife tem a sua piada, mas não é exemplo para ninguém. Há muito mais na vida do que sexo.
cumprimentos,
Vera