terça-feira, 28 de setembro de 2010

Águas de bacalhau

Ontem chamaram-me mãos-largas o que activou uma zona particular do meu cérebro que é dada a elaborar teses de teor relevante. É óbvio que o Patife é um mãos-largas. Para esfregar aqui o Pacheco só mesmo tendo umas mãos largas, caso contrário seria muito complicado. Teorias há muitas que relacionam o tamanho do texugo com o tamanho de uma parte do corpo. Eu cá sempre defendi a teoria que um homem de mãos grandes tem invariavelmente um homérico bacamarte. É a que faz mais sentido. Claro que, volta e meia, e lá aparecem uns quantos narigudos a defender a teoria de que o tamanho da penca é que tem uma relação directa com a dimensão do besugo. Como se Deus, ao elaborar minuciosamente o corpo humano, fosse pensar: Vamos lá meter um nariz proporcional ao nabo deste gajo. Sempre pode lutar às espadas sozinho, caso seja filho único e não tenha ninguém com quem brincar. Os narigudos com esta teoria enervam-me. Mas masturbam-se com o nariz? Ou usam o brenhol para extrair macacos das monstruosas fossas nasais? É um pouco como a teoria dos pés. Mas qual a lógica de ter uns pés grandes associados a uma longa verga? Para suster o peso? É rebuscado por demais. As mãos é que não enganam. Deus, sendo justo e equilibrado, deu mãos largas a quem tem um pincel robusto. E eu ainda me queixo pois para tirar o máximo de prazer tenho sempre de utilizar as duas. E ainda fica a pontinha de fora, o que em caso de corrente de ar é um sarilho pois corro sérios riscos de ficar com o capacete de bombeiro resfriado. Mas pronto. Isto tudo a propósito da cota que engatei ontem à tarde. Paguei-lhe o jantar, vinho do melhor, os copos no bar e a páginas tantas saiu-se com esta do mãos-largas. Consegui conter o meu ímpeto trocadilheiro e fiquei tão caladinho quanto possível, a contorcer-me todo por dentro. Mas à segunda não aguentei. Após lhe dirigir uns quantos elogios de seguida a cota teve o desplante de me dizer: Cala-te Patife, és cá um lambe-botas. Pronto. Foi quanto bastou para lhe dizer de seguida: Não sou um lambe-botas mas sou um grande lambe-cotas. E antes que a cota conseguisse alardear o que quer que fosse, rematei com um Desculpe lá o meu francês, mas eu sou um gajo sem papas na língua. Mas com muitos papos na língua. A cota estava visivelmente perturbada: Oh Patife, não sei como é que tu consegues levar tantas gajas para a cama. A resposta estava tão na ponta da língua como costuma ficar o Pacheco à frente de uma desbocada: É uma espécie de Magia. É que eu tenho aqui uma Varinha de Conão que trabalha na perfeição... Claro que depois desta o Pacheco ficou em águas de bacalhau. Literalmente nas águas do seu bacalhau.

57 comentários:

Stargazer disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Stargazer disse...

Mauvais Mac,

Desculpa, mas a imagem do Bad Boy a ser demolhado é dantesca...pois se ele já é XXL na versão "seca e salgada", o que fica quando insuflado por tanta água?

É que o bacalhau cresce, como sabes...a não ser que seja demolhado previamente em leite, o que poupa alguns banhos...

Mas já estou a navegar em águas turbulentas. E sem bacalhau, mas com um "jaws" como tu...
Vou-me pirar para a minha ilha.

Beijo-te Robinson Crusoé,

P.S E hoje não é SEXta-feira :)

Terça-feira, Setembro 28, 2010

Stargazer disse...

P.S. Ah, sim, e fui eu quem apagou o comentário anterior...com tanta visualização criativa do Bad Guy XXL fiz uns errozitos de ortografia dado o entusiasmo com que carreguei no teclado...

:)

Eduarda disse...

Ahahahahahaha
eu sei que já é tarde mas conseguiste arrancar-me a primeira gargalhada do dia.

(acontece aos melhores ...)

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
E cota p'ra ti, qual é a faixa etária?

Patife disse...

Stargazer:
Ahahahah. Por águas turbulentas navega o Pacheco inúmeras vezes. ;) Demolhado dá um pinão melhorado. Tem uma capacidade de insuflação digna de registo. ;)

P.s: E há lá coisa melhor que SEXta-feira...

Eduarda:
Isso é música para os ouvidos do Patife. Como já disse, mas volto a dizer: As vossas gargalhadas são o meu orgasmo perpétuo. ;)

Patife disse...

JOTA ENE:
Cota para o Patife é sinónimo de quarentona. ;)

Patife disse...

Eduarda:
Ah. E mais isto: O Patife gosta sempre de dar a primeira. ;)

pink poison disse...

Estou com o jota: que idade tem uma "cota" parati?

Patife disse...

pink poison:
Cota são as quarentonas. De quarentena. ;)

Guida Maria disse...

ahahahaha, eu conheço um que deve corresponder à teoria do tamanho do dedo mindinho.

Pedro disse...

Foda-se...muito bom!!! A cota inspirou-te. Muito bom!!!

Um gajo q tenha penca, pés e mãos grandes está safo. Abarca todas as teorias...resta saber se abarca o q realmente interessa!!!
LOL

desejo disse...

"É que eu tenho aqui uma Varinha de Conão que trabalha na perfeição"

Com tal rima, deixas-me sem saber o que escrever.
Vamos ver o que me sai destas vez.
Já todos sabemos que tens um mastro qb de excelente, mas pode não corresponder ao desempenho...
Há homenzarrões com mastro pequeno, como o dos Chinas, e homens anões, com "altos" mastrões.
Quanto às cotas de 40, em quarentena, estas podem surpreender e as 50 e 60tonas, com o(s) calor(es), que dilata os corpos, e não só, podes ter a certeza que não navegas em águas de bacalhau(um espécimen delicioso e caro) e dás "asas" às tuas mãos-largas de tanta emoção.

desejo

Eduarda disse...

Lamento mas quem te deu a primeira fui eu.


Nem é uma questão de ficar por cima mas as coisas são pra se dizer.

Patife disse...

Guida Maria:
Já ouvi boatos da existência de pilas inferiores a 30 centímetros, mas parece-me impossível haver marsapos com metade do tamanho do Pacheco. ;)

Pedro:
As cotas sabem o que fazem. Já têm muitos metros de salsicha na sardanisca. ;)

Desejo:
Com um nabo destes nem me posso mexer muito porque posso causar sérios danos internos. O mesmo se passa com o dar "asas" às mãos largas. ;)

Eduarda:
Ahahahaha. E, oh, o que o Patife gosta de dizer coisas que (não) são para se dizer a berlaitadas tantas. ;)

m disse...

oh patife,
não consigo resistir a este desejo de expiação... levanta lá um bocadinho do véu, levanta! se pra ti uma quarentona é cota, tu deves ser novinho, e a escrever tão bem assim... algo está mal!

Patife disse...

m:
Ahahahahahahah. O Patife levanta muita coisa, mas nunca o véu. Quarentona é quarentas e muitos para cima. Quarentas e poucos é quarentinha. ;)

Stargazer disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Stargazer disse...

m,

desculpa...não leves a mal, mas presumo que queiras dizer "espiação", adaptando a palavra de "espiar"...é que expiar não me parece que o patife queira...afinal porque há-de ele querer expiar os pecados? O gajo quer é demolhar o bacalhau (nas suas palavras)!!!

:)

E concordo contigo...para saber o que é bom o rapaz deve ser de um vintage especial...

:) (Às cotas(inhas) que o sabem fazer!)

E Mauvais Mac, desculpa usurpar a tua casa...(embora o que me apetecesse fosse usurpar o livro de receitas "As 1001 maneiras de cozinhar bacalhau". Sempre tive um faible por Pantagruel!

Malena disse...

Eu tenho que dar razão à Stragazer, demolhar o bacalhau em leite é muito melhor! Fica mais macio! ;)

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Ó Patifório (termo carinhoso), quer-me parecer que a maioria das tuas seguidoras são quarentonas (ou p'ra lá caminham), não tens receio de perder algum "eleitorado feminino?" ;)

Patife disse...

Stargazer:
Ligeira correcção: Eu quero demolhar NO bacalhau. ;) Usurpe o quiser daqui à vontade. Isto é uma casa livre de censuras.

(Ai o Pantagruel. É quase tão espesso como o Pacheco. ;)

Malena:
As coisas que o Patife aprende com vocemessês. Se bem que meter leite no bacalhau é coisa que acontece amiúde. ;)

JOTA ENE:
Ahahahah. Pelo contrário. Até me assumi como um genuíno lambe-cotas. Há lá cota que resista a isso. ;)

m disse...

stargazer,
obrigada, isto é o meu inconsciente a pregar-me partidas com pecados e penitências.
o patife não se mostra. resta-nos comer (o que escreve) e orar (pelas 3as e 5as).

jota ene,
não admira que seja, a mulher atinge a sua plenitude sexual aos 40. mas metade de 40s também lêm este blog :)

Carolina Tavares disse...

Eu achei que fosse... ¨Mas qual a lógica de ter uns pés grandes associados a uma longa verga? Para suster o peso?¨ ora pois

beijussss

Otário disse...

'Vamos lá meter um nariz proporcional ao nabo deste gajo. Sempre pode lutar às espadas sozinho, caso seja filho único e não tenha ninguém com quem brincar.' hahahahaha

tá porreiro e lógico esse teu raciocínio, nunca tinha pensado nisso, bolas... eheh boa semana ó patife!!!!

Philippa disse...

Patife,
Tão grande assim perturba-me!
Só de imaginar... Dói!
E tu, depois de uma pequena análise dos posts, pareces-me ser "Trintinha", não?
Gostava de saber o que é que o resto dos comentadores acham.
Eu voto no: "Patife é um Trintinha" e vocês?
Beijos

█► JOTA ENE ◄█ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
█► JOTA ENE ◄█ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
► m,

Depreendo pela tua observação à minha pessoa que ainda não atingiste a plenitude sexual, tudo bem.

Agora a minha questão tinha estritamente um destinatário. Enfim, penso que o Patifório não necessita que acrescentem algo por ele.

m disse...

a) o patife é trintinha e é casado há 7 anos (5 em jejum sexual);

b) o patife é trintinha, a compensar um divórcio com muito sexo (escrito).


ahahah :)

m disse...

jota ene,

estritamente para si, isso foi um pouco rude. e claro, anseio pela plenitude sexual :)

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
► m,

Se foi rude ou não, as palavras são tuas, tá? ;)

patriciaa. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Barão Mervelho disse...

Não há almoços grátis!

desejo disse...

Experiência de um homem nos 40tas. Sedutor, tem lábia qb, sabe o que escreve, gosta de provocar as mentes femininas e fazer inveja às masculinas.
Em casa deve ser submisso...
E consegue os objectivos. Fazer rir, brincar com as mulheres, tornar o dia bem disposto.
A imaginação é fértil e encantadora.

Me disse...

Tens um bacalhau que larga água???

Não percebo nada disto, oh pá.

Louco disse...

És o rei.
E nada mais tenho a acrescentar.
Até 3ª!

patriciaa. disse...

não sei se consigo manter como tu, mas vou fazer por isso. ;)

Patife disse...

m:
O Patife jamais cometeria o infame sacrilégio do casamento. Até porque a ideia de casamento surgiu numa altura em que a esperança média de vida não chegava aos 30 anos. Nessa altura, a frase "até que a morte nos separe" tinha uma carga dramática bem mais suave. ;)

Carolina Tavares:
As mãos. As mãos são infalíveis. O Patife na verdade tem umas autênticas patas de urso. ;)

Otário:
O Patife é dado às artes pensadoras de temas de grande relevância nacional. Nem imaginas o tempo que o Patife perde à volta destas significativas questões. ;)

Philippa:
Ahahahahah. Curiosidade e essência feminina andam mesmo de braço dado. Ahahahah ;)

Barão Mervelho:
Não há almoços grátis mas no final há sempre moças gratas. ;)

Desejo:
Ahahahahah. Adoro a vossa elogiosa imaginação. ;)

Me:
Nada disso. Parece que o truque é meter leite no bacalhau. ;)

Louco:
Ahahahahah. Elas bem costumam dizer que o Patife é o Rei do Pinanço. ;)

patriciaa:
O Patife estará cá para ver. ;)

Stargazer disse...

Mauvais Mac,

A língua portuguesa é traiçoeira....agora sim faz sentido o teu comentário :)...embora em discrepância com o teu post, mas o objectivo é brincar com a língua portuguesa à volta do eterno tema, eu sei :) Demolha o que quiseres...mas olha que o leite amacia...especialmente se fores como Cleópatra e preferires leite de burra :)

m, Philippa,

Não se revelem...o que esta malta quer saber (Mauvais Mac inclusive), é o vintage de cada uma de nós...isso queriam eles...deixem-nos falar...que nós cá estamos para...

...para por em prática os cozinhados da Isalita (porque me parece que vocês sabem o que é!)!

Quanto ao Mauvais Mac ser trintinha...pois eu discordo totalmente. Quere-me cá parecer que o homem é bem mais "antigo" do que isso...uma verdadeira raridade...porque jamais um homem de trinta anos utilizaria determinadas expressões...

Beijo aos três,

Felina disse...

A seguir ao sexo o meu tema favorito é culinária e queria pedir uma informação as comentadoras especialistas em demolhar bacalhau... aquela história do leite é antes ou depois do bacalhau demolhado?

Dora disse...

É conhecido o meu gosto por gajos de pencas grandes. Já me passaram uns quantos...

Mas afirmo-lhe que o nariz nunca é proporcional ao vergalhão.

Confesso que um dia destes tive uma surpresa quando um dos narigudos mostrou-me o que uma penca posso fazer numa sessão copulativa. Mais fan fiquei.

Patife disse...

Felina:
Ahahahahahaha. Deixo a resposta para as sábias leitosas culinárias. ;)

Dora:
Um narichafurdo, portanto. Bonito serviço. Então era assim que o Cyrano de Bergerac as enfeitiçava... ;)

Masquediabo disse...

Pagar jantar, vinho do melhor e copos no bar tem de ser mãos-largas...

Patife disse...

Masquediabo:
O Patife é a versão manápula do Big Foot. ;)

Stargazer disse...

Felina,

A primeira vez demolha-se em água, a segunda em leite. (Fora de brincadeiras!). Torna o bacalhau mais macio e muito menos salgado...

(Mas atenção que eu não sou uma grande "Chef"...vou-me desenrascando mas a cozinha não é mesmo o meu forte)!

Mauvais Mac, isto qualquer dia vira Fórum Maria de Lourdes Modesto e afins...
Bom, na mesa da cozinha há sempre espaço e tempo para mandar uma balda bem cozinhada (com "o" e "Z")!
:)

Kiss,

Felina disse...

Stargazer:


Obrigada por partilhares a dica, só me faltava esse pequeno pormenor para me tornar especialista na demolha do bacalhau...

bjs

patriciaa. disse...

então é bom que sim. :)

Libélula Purpurina disse...

Sempre em forma, hein Patife? A lamber cotas está aí para as curvas! Pior que um especialista em modelações de terreno... E pelos vistos também tens jeito para a pesca do bacalhau! Isso é que é versatilidade!

m disse...

gostei muito desta discussão que se gerou à volta do bacalhau e das teorias sobre a verdadeira identidade do patife!

Valmont disse...

ah grande Patife,

a cota tinha umas mão grandes ou tiveste que chamar a abominável mulher das neves para lhe dar uma ajuda?

continuas em grande, Patife

Amélie Bouvié disse...

Muito bom!!!

Adoro vir aqui.
Beijos.

Patife disse...

Stargazer e Felina:
Eu acho óptimo. Até porque enquanto vos leio, imagino-vos a trocar receitas, e a brincar com farinha só de avental e debruçadas sobre a bancada da cozinha. ;) Continuai, por favor.

patriciaa:
Palavra de Patife. ;)

Libélula Purpurina:
Ao Patife nunca lhe deram o peixe, por isso teve de aprender a pescar muito cedo. ;)

m:
Também gosto muito de vos ver tentar. ;)

Valmont:
Ah valente. Já tinha sentido a falta dos sempre sábios comentários do Senhor Valmont! A cota, efectivamente, não era mãos-largas. Mas compensava com uma boca de molusco. ;)

Amélie Bouvié:
"Muito bom!!!" é o que o Patife costuma ouvir após a sua performance. ;) Também aprecio vê-la por cá. ;)

Felina disse...

Essa tua imaginação... com farinha??? isso só nos ía provocar tosse...já para não falar da sujeira que depois tinhamos de limpar

Patife disse...

Felina:
Não desvalorizes o poder da farinha. Além disso o Patife sabe o que é bom para a tosse. ;)

lampâda mervelha disse...

Gratas e gradas, deveriam vir ás grades.

Patife disse...

lampâda mervelha:
Ahahahah. Brindo a isso! ;)