segunda-feira, 21 de maio de 2012

Diário de Bordas

Os comandantes dos navios têm um Diário de Bordo. Pois eu cá, enquanto comandante de um bacamarte fodilhão, asseguro a escrita de um Diário de Bordas onde registo todas as bordas invadidas. São relatos variados de chonas cheirosas, ratas com capacidades de sucção inimagináveis, senisgas todo-o-terreno, guelras esvoaçantes, papos secos como pedreiras, conaças abundantemente molhadas, grelos peludos, pachachas rapadas, conas tatuadas e muitas outras bordas que foram superiormente papadas. Umas todas abertas. Outras fizeram o Pacheco sentir-se uma autêntica picareta. Mas houve uma que encheu o meu Diário de Bordas de criatividade. Era de uma gaja tão oferecida que me estendeu a carpete vermelha da chona. E não estou para aqui com metáforas. O tapete pentelheiro era semi-aparado e estava pintado de vermelho, dando a ilusão de ter uma carpete vermelha estendida na antecâmara da pachacha. E o Pacheco, todo pomposo, desfilou por ali fora até entrar por aquilo adentro, para mais uma actuação digna de Óscar.

46 comentários:

nAnonima disse...

meu querido nPatife, não seria a pentelheira suja do benfica???

bem, seja como for, os meus parabéns!

Veritas disse...

E havia holofotes???? LOL

Dias Cães disse...

Bem me parecia que ontem andavas pelos Globos de Ouro... Que eu sou como o outro: "raramente me engano".
Lá estavas tu de bengala, a compor a placa e o capachinho, enquanto "ajeitavas" as calças... Sim, que essa próstata da época da Renascença já vai acusando falta de manutenção.
Ou será que estás tão decrépito que viste a gala, em casa, sentadinho no sofá com a manta pelos joelhos e depois tiveste sonhos húmidos com isso?
E essa jovem com que sonhaste de carpete vermelha era alguma das que levou Globo para casa, ou foi alguma ressabiada que, por não ganhar nada que valesse a pena, teve de se contentar com os teus dois berlindes?

nAnonima disse...

agora que falas nisso, Dias Cães, percebo como ando afastada do panorama nacional dos VIP...
e subscrevo inteiramente as tuas suspeitas.

desculpa nPatife ;)

Sexy Couple disse...

Tens um diário que é privado e onde anotas tudo, e um blog que é público onde partilhas um bocadinho.

Eu faço o mesmo...

Beijo sexy,
Ana

Patife disse...

nAnonima:
Nah. estava muito lavadinha. Uma carpete de luxo muito bem tradada. ;)

Veritas:
Onde está o Pacheco há sempre holofotes. Dos grandes. ;)

Dias Cães:
Confesso que estava por lá. Mas fui sozinho e saí acompanhado. E não tinha carpete. Mas tinha uns cortinados vaginais dignos de registo. ;)

Sexy Couple (Ana):
Na verdade, aqui relato bem mais. No meu Diário de Bordas registo apenas uma alcunha, as características especiais do corpanzil das moças e da queca, e a forma da pachacha, pandeireta e tetas. ;)

Uma Rapariga Simples disse...

Óscar de melhor ator principal, secundário ou figurante? ;)

Patife disse...

Uma Rapariga Simples:
Já que estamos numa de novo acordo ortográfico: nem sequer foi Óscar como ator. Foi mesmo como espetador. ;)

Uma Rapariga Simples disse...

LOL
E bateste palmas?

Patife disse...

Uma Rapariga Simples:
Ela deu o rabo à palmatória, sim. ;)

Charmoso disse...

A passadeira vermelha??? Oh pah, foste lá naqueles dias do mês...

Dias Cães disse...

"Cortinados Vaginais" faz-me imaginar uma coisa lassa... A esvoaçar, e nem é no bom sentido. Mas gostos não se discutem.
E é só isto que tens para me responder depois de ter estado tanto tempo ausente? E depois de te tecer tão largos elogios à placa, ao capachinho, aos berlindes e à próstata...?
Estou triste...

Anónimo disse...

"o Pacheco, todo pomposo,"
Não me digas que também o vestiste a rigor?

Patife disse...

Charmoso:
O Pacheco tem um radar específico para captar essas alturas monstruadas do mês. ;)

Dias Cães:
Também não o disse no bom sentido. Quando se engata uma mulher, por mais finos e delicados que sejam os traços do rosto nunca se sabe como serão os contornos da respectiva senisga. Já me apareceu de tudo um muito.

Ah, e achei que tinhas ficado aquém no elogio ao capachinho. ;)

Patife disse...

Anónimo:
Obviamente. Tenho uns preservativos Fato de Gala. Mando fazer por encomenda. Um must. ;)

S* disse...

Está-me a parecer que alguém desfilou nos Globos de Ouro das pachachas. ahahah

desejo disse...

A Red Carpet é o lugar privilegiado para Pachecos fugosos.

Estou pouco inspirada.

:)

Carolina Tavares disse...

O que não vês, que saboreias e ainda por cima relatas, ein? Prazer antes (na caça), durante (no ato) e depois (no relato). Nada te escapas. Mas penso que isto tudo já te cansou há muito. Palpite.

Patife disse...

S*:
Olha, a S* tem pezinhos novos! E sim, confere. Ganho os mesmos prémios todos os anos. Melhor Actuação Nabal, Melhor Mineteiro, Melhor Kit Mãos Livres, Melhor Deixa de Engate. ;)

desejo:
O Pacheco devia caminhar sempre sobre uma Red Carpet. Fica tão bem de lacinho. ;)

Não me parece que seja o caso, mas os problemas de inspiração curam-se à pinada. ;)

Carolina Tavares:
É uma linda trilogia. A caça não cansa, diverte. O acto cansa, mas isso é sinal de que estou a fazer as coisas bem. O relato, esse, eu acho que deve cansar imenso. Mas é mais para quem os lê. Saúdo-vos a paciência. ;)

Troll disse...

Ahahahaha. Mas...mas...mas...papas peludas? Pensava que já não se usava. Eu só como rapadinhas!!!!!

Patife disse...

Troll:
Não resisto ao apelo de uma rapadinha. Mas diz-me a experiência que as pachachas mais bonitas estão sempre camufladas. É tipo tesouro raro escondido entre arbustos. ;)

Rusty disse...

e viva ao tapetes vermelhos, cheios de holofotes que no final se transformam em momentos quente e menos iluminados ;).. chega-lhe pacheco, que os outros tem é ciumes.. abraço

Patife disse...

Rusty:
Eu gosto de lhes chegar a roupa ao grelo. ;)

Malena disse...

Guelras esvoaçantes é, no mínimo, intrigante!! Será que o pacheco teve que fazer pára-pente para estar à altura? ;)

Patife disse...

Malena:
Ahahahah. Parapente!? O Pacheco é mais um jacto público. ;)

G. Varino disse...

Ó patife fodilhão, ouve este senhor com muita, muita atenção. É o meu guru.


http://www.youtube.com/watch?v=-_hjgq1fIvA

Malena disse...

Mas eu disse pára...pente!! Ahahahahah

Felina disse...

Não ficaste com uma ligeira tosse? Os ácaros adoram carpetes...

xarmus disse...

Cona é cona... com ou sem pelos.

Patife disse...

G. Varino:
Touché! Quem tem assim um guru, facilmente consegue ir ao cu. ;)

Malena:
Por acaso, no final da queca, recomendei-lhe foi uma apara-rente. ;)

Felina:
Bem sei. Por isso é que não me fiz à trombadinha. Já o Pacheco ficou com a sua garganta um pouco entupida. ;)

xarmus:
Cona é cona e vice-versa. ;)

Mamã de Salto Alto disse...

Que nojo!!Mas ainda há quem tenho pêlos pá??E vermelhos ainda por cima?

xarmus disse...

Que nojo??? deves ter a cabeça rapada concerteza. Hehehehehehe... Se não tens, é um nojo.

Se os pelos lá estão, por alguma razão é. Faz muito mal rapar os pelos da cona que têm glândulas necessárias ao equilíbrio da flora vaginal. Uma cona rapada está mais sujeita a doenças. Pergunta ao teu ginecologista que ele explica-te.

Mamã de Salto Alto disse...

Ó XARMUS,para mim é nojo ou tenho que pedir por favor?Não gosto de pêlos,é muito mais higienico não os ter,a parrachita é minha e eu é que decido o que achar ou não achar.E sei muito bem que lá estão por alguma razão,que está sujeita a bactérias etc e tal.Estudei isso.Mas a minha opção foi tirar até ao último.Eu gosto e o maridão ainda mais.E em relação ao cabelo...se estiver badalhoco,é nojento também.E só não rapo mesmo,porque gosto dele comprido...posso?Irra,já não se pode ter opinião.

xarmus disse...

Podes andar com a tua parrachita como quiseres, e podes ter a opinião que quiseres, o que não te fica bem é dizeres "Que nojo!!Mas ainda há quem tenho pêlos pá??". Eu que não tenho parrachita nem com pelos nem sem pelos, não gostei de ler. Há quem tenha parrachitas com pelos e também tem direito a tê-los, sem ser criticado por isso.

Quanto ao ser higiénico, é mentira. Higiénico é ter a parrachita lavada, com ou sem pelos.

Tal como o cabelo, se a parrachita estiver badalhoca é nojento, com ou sem pelos.

(Desculpa lá ó patife, andarmos à porrada na tua casa, mas não consigo ver pessoas a tentarem paradigmatizar a sua opinião.)

Mamã de Salto Alto disse...

Xarmus,tudo bem.Também sei ver quando errei.Peço desculpa,porque não gosto de ofender ninguém,nem é essa a minha atitude.Não sou assim.Mas não gosto de pêlos,pronto!Assunto encerrado.
P.S.-Mas sem pêlos é mais higiénico sim.....e desculpa lá patife a discussão...

Patife disse...

Mamã de Salto Alto:
Por incrível que pareça, sim, ainda há. Também prefiro rapadinhas, mas sou um fã incondicional da diversidade chonal. ;)

Mamã de Salto Alto e xarmus:
Vá, meninos. Por mim estão à vontade mas não gosto de vos ver às turras. Jfazer o amor e não a guerra. Muitas vezes faço o amor e a guelra. Dêem lá as mãos e façam um sorriso, que eu cá sou pelo amor. E pelas guelras. Muitas, de preferência. ;)

xarmus disse...

Mamã de Salto alto... Agora estiveste bem. Saio sempre em defesa dos oprimidos e marginalizados, e sempre pronto a corrigir injustiças. Peço desculpa se fui rude nos meus reparos.

Um verdadeiro apreciador de cona, gosta delas de qualquer maneira, mas uma cona sem pelos, faz-me lembrar um café descafeinado, uma coca-cola light, ou um camel azul. Será portanto uma cona light.

P.S. Mas sem pelos não é mais higiénico. Higienica, é ela andar saudável e lavadinha.

xarmus disse...

Patife... já estou de mão estendida, a sorrir, e pronto a fazer amor (light)com a Mamã de Salto alto.

Abraço para ti

Patife disse...

xarmus:
O Patife sorri por dentro. ;)

xarmus disse...

pois... é o que "ele" melhor sabe fazer... sorrir até ás lágrimas por "dentro" de alguém.

Mamã de Salto Alto disse...

Se estão à espera que comente essa do "pronto a fazer o amor(light)com a mamã de salto alto",é que nem pensem...mas sim,também já dei a mão(e só)ao Xarmus,apesar de achar que é mais higiénico sem pêlos,e eu é que sou a mamã aqui,portanto eu é que sei...;)e essa da parrachita light....achei graça,devo confessar.É que acho que fica mais apetitosa sem do que com.E o pêlo pica...e não te esqueças Xarmus e Patife também,que nos pêlos podem encontrar piolhos púbicos...os "chatos",estão a ver?E isso deve ser uma grande chatice....;)

xarmus disse...

Olá Mamã de Salto Alto... bem... se me dás a mão... eu vou aproveitar e meter-te o gostoso na mão... espero que saibas o que fazer com ele...

Eu que sou um verdadeiro apreciador de parrachitas e gosto delas de qualquer maneira. Parrachita é parrachita e como diria o pafife (e vice versa).

Devo dizer-te que já comi tantas ou mais parrachitas do que o patife, e nunca apanhei chatos na minha vida... acho que para se ter chatos... é mesmo preciso ser-se uma ganda badalhoca... não é facil.

O pêlo pica porque tu cortas... parece barba. Mas se não cortasses e pusesses amaciador no banho... ficava uma delicia.

Sabes que as mulheres nordicas, aquelas que dão uma chapadão na cara de um gajo se um gajo lhes abrir as portas ou as deixar passar à frente não rapam os pelos nem debaixo dos braços? Aquilo é gente evoluída e informada. Um dia destes fui à Noruega e gostei das parrachitas de lá.

Quando deixar de ser moda as parrachitas rapadas, vais adorar ter uma parrachita ao natural.

Beijinhos para tie para a tua parrachita, abraços para o patife... (o pacheco que se foda)

Mamã de Salto Alto disse...

Vou adorar o caraças é que vou...e eu não rapo.Lamento informar,mas fiz laser,já não cresce;)...(vá podes bater-me).E não é preciso ir aos Países Nórdicos.As Francesas também gostam de sovaco com pêlo...Cristo Jasús...mas essas devem ter "chatos" por todo o lado,não tivessem os Franceses inventado o perfume.Bem...e adiante,que esta conversa sobre a minha parrachita já se alonga...eu com o teu gostoso não saberia fazer nada mesmo:).Já tenho um cá em casa.Espero não colocar mais comentários,em que me dês nas orelhas(e não leves isto para outro lado sffv).Xau

xarmus disse...

Se ainda não tivesses feito... claro que te dava na cabeça... mas como já fizeste, não vou dizer nada. Vamos esperar que a moda não mude, e que daqui a uns anos não te arrependas.

Por essa ordem de ideias, os homens estavam cheios de "chatos" debaixo dos braços e nos genitais. Pêlos não é sinónimo de falta de higiene.

Pois... essa de te dar nas orelhas tinha pano para mangas... hehehehe mas vou respeitar o teu pedido e vou engolir as gracinhas.

Beijo (de mãos dadas)

Anónimo disse...

Aqui está um homem como deve ser, gosta porque gosta, desde que limpinha,não é de modas, agora é peluda agora é imberbe...
Apoiado!
Catarina

xarmus disse...

Obrigado Catarina

Eu acho que quem gosta realmente de parrachita, gosta de qualquer maneira. Ter pelos ou não ter, é um pormenor de somenos importância. Quem gosta de peixe, gosta dele com ou sem espinhas. Quem só come filetes, é porque não gosta de peixe o suficiente para que se dê ao trabalho de tirar as espinhas. Eu também como peixe em forma de filete, mas prefiro um peixe inteirinho e ao natural com tudo a que tenho direito... incluindo as espinhas, que tanto prazer me dão chupar. Mais, uma parrachita rapada, já foi torturada, amassada, tem pelos encravados, e sabe a cera de depilação... heheheheheheheh. Nada como uma parrachita natural, bem tratada e feliz da vida. Como já disse algures, uma parrachita rapada é como um café descafeinado, uma coca-cola light, ou um camel azul. Parrachitas light são para meninos que têm "nojo" de parrachitas.