quinta-feira, 26 de abril de 2012

Partir ou não partir, eis a questão

Diziam dela que tinha o maior coração do mundo. Daí não ter percebido o porquê de ter ficado interessada num traste sem coração como o Patife. Fiquei um dia enfiado em casa a tentar perceber isto. Já o Pacheco ficou um dia enfiado dentro dela. Os amigos dela pediram-me insistentemente que não o fizesse e que não lhe partisse o coração. Efectivamente, não lhe parti o coração. De resto, parti aquilo tudo.

30 comentários:

nAnonima disse...

estás apaixonado, nPatife?...

Sexy Couple disse...

Que emoção!
No último post tivemos um Patife com sensibilidade e bom senso, agora vemos um Patife a proteger o coração da moça.
Ai, ai, acho que este mundo, tal como o conhecemos, está perdido.
Beijo sexy,
Ana

Anónimo disse...

muito provavelmente já te deverão ter dito isto ó Patife, mas em todo o caso, volto a dizer: qualquer semelhança entre os teus episódios recheados de chona e os do Hank Moody, são pura coincidência pachachal. tás lá malandro.

nAnonima disse...

algo se passa na Patifolândia...

desejo disse...

Um dia em casa enfiado a comemorar o 25 de abril é de partir o coração.


:)

V disse...

Este post pareceu-me uma deliciosa sinopse de um novo e suculento filme do Woody Allen! Às vezes basta dar o mote... e o Pacheco, já sei!

S* disse...

Mas ela depois recompôs-se, ou ficou partidinha??

GataHari disse...

No fundo fundo..era o que ela queria! Tudo partido menos o coração!

Black Angel disse...

(In)sensivél pah..isso faz-se?!

É mazé partir a louça toda também carago!!!! :):)

Anónimo disse...

mas o que vem a ser isto?! ;)

Salvador disse...

Chamava-se Ophelia, a Moça? ))

Patife disse...

nAnonima:
Isso pressupunha que eu tivesse sentimentos ou assim. ;)

Sexy Couple (Ana):
Foi por egoísmo. Não era o coração que eu lhe queria partir. Só se parte um coração quando se ilude com promessas de futuro e finais felizes. ;)

Anónimo1:
estive lá, estive. Todo lá dentro. ;)

desejo:
Foi mais de partir-lhe o rabão. ;)

V:
O Pacheco não se dá. Empresta-se. As palmadas sim, dão-se a qualquer hora. ;)

S*:
Não faço a mais pequena ideia. O Patife tem fobia a contactos sociais com as enquecadas no mês seguinte à queca. Ainda pensam que me preocupo ou assim. ;)

GataHari:
Curiosamente também me parece que sim. E teve o que pediu. ;)

Black Angel:
Faz-se pois. E repete-se. ;)

Anónimo2:
Ela veio-se a ver isto, sim. ;)

Salvador:
Isso faria de mim um(a) Pessoa ou pior. ;)

Salvador disse...

Sei que percebeu à primeira, mas não falava dessa Ofélia, mas sim da namorada de Hamlet, por ele tão maltratada... (Abençoada Wikipédia, que permite a um inculto passar por erudito... rsrsr)

nAnonima disse...

nPatife, algo se passa contigo. Só não sei se é bom, se é mau...

Stargazer disse...

Mauvais Mac,

Era assim tão procelanosa e rendilhada????

O verbo "partir" tem um je ne sais quoi de "à força toda"...mas entendo desde que a Companhia das Índias fique intacta...

beijo (tri)partido :)

Cacarol disse...

O que queres dizer com "parti aquilo tudo"?

Patife disse...

Salvador:
Ahahahaha. Há quem aprecie ser maltratada. ;)

nAnonimo:
Fico sempre assim perto do 25 de Abril. Depois passa e passo da liberdade social à libertinagem sexual. ;)

Stargazer:
Confere. Foi um pouco à bruta sim. As referências que te salpicam o discurso farão sempre o meu nabo palpitar. ;)

Cacarol:
Parti aquilo tudo = CCB. E não falo do Centro Cultural de Belém. É o que há para "partir". Além do coração. ;)

Anónimo disse...

quero o meu nPatife de volta...

Bj,

bfs

nAn

Stargazer disse...

Antes o nabo que a baixela...embora seja tentador por a "prata da casa" a brilhar!

Beijo com palpitações,

:)

Mamã de Salto Alto disse...

Tadita da moça!Não se faz....

xarmus disse...

Então não partiste o curação à rapariga?
Mesmo sendo o maior CUração do mundo?

Já estou como a anónima dos n's... algo se passa contigo.

Kim III disse...

És tão patife, patife...

Anónimo disse...

Ó Patifejá destes em rabo?

Perguntar não ofende


Assina:
Salchinha Nobre

nAnonima disse...

Xarmus, aposto que algo não está bem no reino do Patifolandia.... conheço o meu nPatife...

(paixão nova? falta de tempo? problemas de última hora? assuntos de avental?... espero que seja só pinanço em excesso...)

xarmus disse...

nAnonima.. não te preocupes com o patife... ele está bem como sempre esteve. Dizes que ele não está bem apenas porque escreveu um texto mais curto que o costume? Todos nós temos dias, e o patife também terá os seus.

O patife é um personagem literário e é como tal que o deves interpretar. Ninguém sabe quem é, onde está ou em que condições viverá o patife, e ele nunca irá aparecer fisicamente.

Limita-te a deliciar-te com a escrita dele e não te preocupes com ele... ele estará bem concerteza.

Patife disse...

nAnonima:
O Patife está de volta. Fui só ali partir um coração e já voltei. ;)

Stargazer:
Ponho sempre a rata da casa a brilhar. ;)

Mamã de Salto Alto:
Ando sempre com um cartaz a avisar "Sou pior pesadelo dos teus pais". Mas ninguém me leva a sério. ;)

xarmus:
A ração em forma de cu é sempre de comer. Mas não se deve partir que é para poder voltar a usar. ;)

(E sim, também tenho os meus dias). ;)

Kim III:
Está-me nos genes. Ser querido causa-me urticária psicossomática. ;)

Salchinha Nobre:
Já dei com o Pacheco em muitos rabos, sim. ;)

nAnonima disse...

;) bom saber que Pafife é uma personagem, xarmus... mas é uma personagem do caralho! ;)

Stargazer disse...

tens um segredo tipo "Duraglit" ou é mais "Pratex"??? É que lá em casa utilizam-se ambos, dependendo se se trata de casquinhas, prata de bicha, Javali ou Águia!

:)

Beijo animal

Patife disse...

Stargazer:
Aqui é mais "Brutex". E é a eito em tudo. ;)

Anónimo disse...

What's up friends, its enormous paragraph about teachingand fully explained, keep it up all the time.
Here is my weblog ; mp3 music free download