quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Ideias genitais

Aprecio os génios. Tiro-lhes o chapéu. Mas na verdade prefiro uma gaja boa. Tiro-lhe a roupa toda. Eles que fiquem com as ideias geniais que o Patife fica-se pelas ideias genitais. Posto isto, resta-me dizer que o meu head-terapist é um génio. Meteu-me cerca de três semanas em terapia intensa. De tanto falar, pensar, reflectir e vasculhar os recantos da minha personalidade enquanto o gajo tentava perfurar a opacidade da dimensão inconsciente, assim que meti o pé na rua só me apeteceu começar a aviar a torto e a direito a primeira que me aparecesse à frente. O tesão causa cegueira por isso nem me apercebi que a primeira tipa que apanhei para esgaçar as bordas era estrábica. Mas tinha boca de broche o que compensa o estrabismo. Tenho todo um sistema de referências que me permite estabelecer esta equação. A falta de dentição, por exemplo, é amplamente compensada se a gaja aproveitar os espaços entre os dentes para melhorar o poder de sucção. Mas adiante. Lá ia eu com a estrábica a caminho de minha casa, quando ela me pergunta se é meu costume engatar mulheres na rua e levá-las para casa de imediato. Apressei-me a dizer à estrábica que ela era especial, que senti uma ligação mágica com ela, e que nem sequer fornicava há cerca de um mês. Se dúvidas ela tivesse, após a pinada ela ficou com a certeza de eu ser um anjo que falava a verdade. É que após a reclusão terapêutica, o Pacheco a vir-se mais parecia a época das monções. Ela sorriu e olhou para mim sentindo-se especial enquanto eu proferia: “Vês… Eu disse-te que eras especial. Não vou para a cama com qualquer uma…”. Mas eu sabia que era uma grande mentira que eu estava a induzir na estrábica, o que tornou ainda mais difícil olhá-la nos olhos.

31 comentários:

S* disse...

ahahah Essa da estrábica foi muito bem metida. E este "bem metida" até tem duplo sentido!

Poison disse...

e já que ela via tudo assim um bocado trocado, não falhou nenhum alvo? xD

Margarida disse...

Patifão!!!
A falta de dentição sempre compensou na arte de sucção?

Patife disse...

S*:
Efectivamente, aqui a lentrisca foi muito bem metida. ;)

Poison:
Estás a ver as coisas ao contrário: Ela é que era o alvo, o Pacheco é a arma de destruição pachassiva. ;)

Margarida:
Nem sempre, pá. É preciso ter uma técnica bocal e uma capacidade de controlo linguístico de fino recorte. A total falta de dentição é que sim, diz que torna a simples brochada em arte oral. ;)

Stargazer disse...

Mauvais Mac,

Lamento discordar da tua resposta à Margarida. O verdadeiro desafio da arte oral está em saber fazê-lo sem mol(d)éstia com toda a dentição presente na boca, sisos inclusivé. Repara: comer de boca aberta todos sabemos, é como chafurdar na lama.

Mas ter a capacidade de deglutir sem danificar na posse de todos os caninos já é obra de artista.

Eu sei do que falo, tive como professoras o meu aquário de piranhas oriundas da América do Sul. :)

Quanto ao teu episódio com a estrábica, enfim...estava à espera que com tanta performance a tivesses deixado com os olhos em verdadeira miopia...para não ficarem em bico...

Beijo sem dioptrias,

:)

Patife disse...

Stargazer:
Ahahahah. É um bom ponto de picha. E vindo de quem vem, sou obrigado a dar o nabo a torcer.

Quanto ao episódio da estrábica, não foram os olhos que ficaram em bico, foi mesmo a boca. Quanto à pinada em si, foi até lhe endireitar a vista. ;)

desejo disse...

(in)acreditável.
O que comento é que deves torcer-te a rir com o que escreves, como nos fazes torcer a rir logo que começamos a ler os teus posts.
Ai, Patife!

:)

Patife disse...

desejo:
Por acaso torço-me a vir. Mas é só um bocadinho. ;)

desejo disse...

ahahahaha!
Resposta na ponta da língua!


:)

mimi disse...

Bem vindo a 2012.
Digamos que em tempo de guerra não se limpam armas, foi mais o caso, quando a necessidade aperta não se escolhe.
parabéns um blog extraordinário.
:)

Patife disse...

desejo:
É resposta na ponta da língua e boca posta na ponta do Pacheco. É karma ou assim. ;

mimi:
Extraordinário é o tamanho do meu nabo. O Patife é apenas extra-ordinário. ;)

Gasper disse...

Ahaha eu menosprezei o processo de selecção! Afinal envolve a média ponderada de diversas características.

Sempre achei que as desdentadas tinham algo de especial.

Patife disse...

Gasper:
É uma equação complexa. Nunca deixes escapar uma desdentada. Levam o nabo ao céu. ;)

pitch red disse...

És um verdadeiro genital, Patife. Também a ti te tiro o chapéu.

Patife disse...

pitch red:
O chapéu!? Bolas! E eu que escrevi isto para que alguém me tirasse a roupa toda. Raispartam isto. Tenho de reformular a minha escrita. ;)

Daniel disse...

Os shrinks, como o próprio nome em inglês sugere, encolhem (to shrink). Está tudo dito. ;)

pitch red disse...

se quiseres tiro-te a roupa toda. não vejo qualquer problema nisso.

Patife disse...

Daniel:
Ahahahahah. Just fucking perfect. ;)

pitch red:
Eu também não veria problemas. Veria um par de mamas, os contornos das ancas, um papo de chona e a magia das saliências nadegais. ;)

pitch red disse...

estragaste a surpresa

Patife disse...

pitch red:
Infelizmente são poucas as coisas que me conseguem surpreender. Com excepção da densidade da minha parvoíce. Essa sim, surpreende-me não raras vezes. ;)

Toni dos bifes disse...

Como diria Charlie Harper: "Eu disse que eras especial, não unica."

São Rosas disse...

Excelente!
Autorizas-me a publicar este teu texto no blog «a funda São»? O meu e-mail é afundasao@gmail.com

Cat disse...

Patife,
mas que bela construção. Se a olhasses nos olhos, nem saberias para que olho olhar...e olha que tinhas várias hipóteses :p, uma delas a melhor de todas.

xarmus disse...

E sendo ela estrábica, mamou-te em qual dos pachecos? no da esquerda ou da direita?

Onoma-topeia disse...

oh bolas...estou condenada ao mau sexo para o resto da minha vida..se eu soubesse disto antes não tinha escolhido ser Psiquiatra..:D

Senhor Geninho disse...

Já vi que pinas direito por olhos tortos! Isso deve ter-te feito sentir como se estivesses numa orgia!! Ela, a olhar para o lado como se estivesse a mirar outra pessoa atrás de ti... uma mulher claro!!! :p

Abraço!!

Myriam disse...

A tesão é inimiga da selecção... :)

Patife disse...

Toni dos bifes:
Únicas só as quecas que o Patife dá. É uma única em cada uma e já está. ;)

São Rosas:
O Patife é a favor da liberdade individual e da partilha. Publica, partilha, comenta, faz o que quiseres. O Patife deixa tudo. ;)

Cat:
Ahahahahah. Olhei-a nos olhos todos. E na verdade, eram os três tortos. ;)

xarmus:
Não sei, mas lá que ficou com os lábios em bico, lá isso ficou. ;)

Onoma-topeia:
Não é de sexo que os psiquiatras precisam. É de terapia. Pelos menos os bons. Não confio num psiquiatra que não precise de terapia. ;)

Senhor Geninho:
A pachacha dada não se olha ao dente. No caso, ao olho. ;)

Myriam:
Eu sou muito amigo da selecção. Selecciono tudo. ;)

Onoma-topeia disse...

muito me contas (ou não contas mas eu adivinho)...tudo no teu discurso me fazia pensar que só confiavas no pacheco...se calhar o patife é mais mole do que parece..;)

A Chata disse...

"Tenho todo um sistema de referências que me permite estabelecer esta equação. A falta de dentição, por exemplo, é amplamente compensada se a gaja aproveitar os espaços entre os dentes para melhorar o poder de sucção."

Lá vai o gajedo todo do Chiado partir as favolas na esperança de ser topada pelo Patife e seu Pacheco...

Patife disse...

Onoma-topeia:
Nem eu nem o mau Pacheco conhecemos o significado de "mole". Somos gente rude e dura, com uma inteligência emocional de gnu, próprio de gentes que gostam muito de ir ao cu. ;)

A Chata:
Ahahahahahah. Olha que rica imagem, hein? Só por causa disso vou meter conversa com a primeira desdentada que apanhar no Chiado. Vou para lá agora. ;)