quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Eu pino, ele pina

Hoje vai ser complicado escrever. Estou com uma erecção tal que para conseguir mijar tenho de fazer o pino. É a rebuscada forma do Pacheco dizer que quer pinar.

21 comentários:

biobloga disse...

E há que fazer a vontade ao bicho, certo? (riso)

Uma Rapariga Simples disse...

Podias ter continuado a conjugar o verbo e terias um bacanal.

Simplesmente disse...

lol

scriptum privatum disse...

Tadinho...
Beijos

Anónimo disse...

Como se costuma dizer : quem diz a verdade näo merece castigo.Pode ser q ainda receba hoje alguma proposta, afinal a esperanca e a ultima a morrer e ate ao fim do dia ainda faltam algumas horinhas.
Atenciosamente Mazi

Malena disse...

As moçoilas fizeram feriado ao Pacheco??? ;)

desejo disse...

Hoje é feriado, aproveita para ir ao ginásio faz o pino e o pinanço, satisfaz o Pacheco, porque para o ano vais trabalhar(!?). Em 2012 o
1º de dezembro será um sábado.

:)

Sairaf disse...

Nem ao feriado o Pacheco quer descanso, é a vontade a falar tão mais alto!!!

Patife disse...

biobloga:
Eu faço a vontade ao bicho e ele faz com vontade. ;)

Uma Rapariga Simples:
Aprecio conjugações que terminam em bacanal. ;)

Simplesmente:
As vossas gargalhadas são o meu orgasmo perpétuo. ;)

scriptum privatum:
Tadinha da que ele apanhou desprevenida. Foi sexualmente prejudicada por trás. ;)

Mazi:
Não tinha dúvidas de que isto iria acabar com ela atravessada. ;)

Malena:
O Pacheco não conhece feriados nem tira de dias de folga. Aliás, as únicas folgas que ele conhece são mesmo para pinar. ;)

desejo:
O Patife e o Pacheco só trabalham, e bem, na cama. O resto é lazer remunerado. ;)

Sairaf:
O Pacheco fala sempre d´alto. ;)

Anónimo disse...

O "Pacheco" anda de capacete com medo de alguma constipação - sofre dos bronquios e é preciso ter alguma cautela - teve 1 ano no sanatório no Lumiar.

Saridon

Anónimo disse...

No curso da Foda, só falhei o minete, tenho de repetir no próximo trimeste, de resto, nota 18 em todas as cadeiras

Saridon

Anónimo disse...

eu gosto muito destas descrições *.*

Daniel disse...

Eu pino
Tu pinas
Ele Pina Moura

eh eh eh

Real disse...

E então, pinou?

Margarida disse...

Patifão, assunto tratado?

Malena disse...

Já percebi! Foste para ao hospital com excesso de tesão!!!
Hoje é segunda-feira e nada!! :P

VP disse...

mete gelo encima..eheh

Patife disse...

Saridon:
Eu tenho nota 20 em todas as cadeiras, sofás-camas, bancadas de cozinha, soalhos e cómodas de entrada. ;)

Anónimo:
Já o Patife gosta muito mais de indiscrições. ;)

Daniel:
Eu pino,
tu pinas,
ela Pina Bausch. ;)

Real:
Pinou, oh se pinou. ;)

Margarida:
Deixaria lá eu o Pacheco em sofrimento. Em sofrimento ficou a rapariga. ;)

Malena:
Nada disso. Estava a curar o trauma do meu imaginário, provocado pelo relato de hoje. ;)

Patife disse...

VP:
O gelo derrete ainda antes de chegar perto do Pacheco. ;)

A Chata disse...

Priapismo, Tifinho? Queres que drene???

Patife disse...

A Chata:
É *pinapismo, é. Não era drenar que eu queria de ti. "Queria de ti um país de bondade e de chupa. Queria um mamar até fazer espuma". ;)

P.s: O Cesariny e tu que me perdoem tamanha parvoíce. ;)