quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Bem-vindo à margem sul

Esta é uma daquelas afirmações que me vai causar problemas: Sou um franco apreciador das gajas da margem sul do Tejo. Pronto já disse. Calma, não precisam de ficar já a fazer pocinha na cuequinha (quem é da margem sul) nem a franzir a cara com ar de nojo e estupefação (quem não for da margem sul). Não é para uma relação interpessoal. Há mulheres com qualidades de A a Z e há as mulheres da margem sul que são perfeitas de A & Z. Ou seja, são perfeitas para o que se quer: Aviar & Zarpar. São incrivelmente serviçais, oralmente solícitas, analmente prestáveis. E não ficam magoadas quando são deixadas no final. Já estão à espera. Está-lhes no ADN. Todo o seu código genético foi programado para serem usadas e abandonadas. É isso e uma propensão magnética para unhas de gel, tatuagens de golfinhos, permanentes, música manhosa, sexo oral na via pública, cães de loiça e naperons. É uma questão cultural e eu apenas respeito e valorizo as particularidades sócio-culturais do meu país. No fundo, sou um patriota sem preconceitos. E tenho orgulho nisso. Isto a propósito da moça que conheci há umas semanas na praia enquanto estava a fazer naturismo. Já tinha reparado nela quando entrei na praia porque a sua cona tinha a cara da dona. Uma semelhança inigualável entre a bardanasca e a sua fronha. Mas arrepiei caminho. Estava eu sossegado no meu pedaço de areia quando a moça especou a olhar para a magnitude invejável do Pacheco. Mais vale ficar a ver pavios que ficar a ver navios, disse-lhe em tom encorajador. Aproximou-se com ar oferecido sem tirar os olhos do mastro, o que me deu indicações claras de ser da margem sul. Foi isso, a tatuagem do golfinho mesmo no meio da chona, a permanente, as unhas de gel e a facilidade com que me abocanhou a lontra assim que lhe disse: Uma mulher deve ser como uma boa sidra. Fresca e desce facilmente. O que até é falso, pois ela desceu muito mais facilmente do que qualquer sidra que eu já tenha bebido.

32 comentários:

A Minha Essência disse...

Risos...

Oh céus! Tu prepara-te Patife! As "meninas" da margem sul vão te cortar o pipo! :P

Inês disse...

Ahahahah
Só te digo que neste preciso momento estou à espera do barco para ir à margem sul!

EU SOU EU disse...

Porra...ando eu enganado...e a fazer apostas nas margens erradas.. Obrigado Patife...a seguir ao Unas o Lorde da Margem Sul tu és o Maior...!!! e Não estou a falar da magnitude do pacheco...ehheheheh...abraço....!!!

Patife disse...

A Minha Essência:
Tenho esperança que em vez de me cortar o pipo me vão soprar no apito. :)

Inês:
Ahahahaha. Mas volta, hein?

EU SOU EU:
O Patife está cá para as ocasiões. ;)

Stargazer disse...

Mauvais Mac,

:)

(e por aqui me fico desta vez)

ihihihihih!

scriptum privatum disse...

Ainda bem que eu sou da margem norte...
Beijos ;)

desejo disse...

"Já tinha reparado nela quando entrei na praia porque a sua cona tinha a cara da dona".

e tudo o mais que li, até chorei com o riso, mas este em silêncio (tenho gente por perto) e como diz a Essência "Oh, Céus!"

És demais.

:)

MENAGEATROIS disse...

Isso das unhas de gel, tattos e afins faz pendant com os penteados em crista estilo Ronaldo,os jeans esquartejados e descaidos a deixarem ver a bela da lingerie masculina, as tatuagens tribais e os carros com musica em altos berros...ah e o tunning ou "chunning" ; )

S* disse...

Eu sou da margem minhota. E que tem? :P

Daniel disse...

E muitas raparigas da margem Sul são tão trabalhadoras que traficam droga nas horas livres... ;)

Patife disse...

Stargazer:
Minha querida, não raras vezes, a simplicidade dos gestos é significativamente mais prazenteira. Isto enquadra-se no teu comentário e no gesto que fiz ontem sobre a bardanasca de uma senhora. ;)

scriptum privatum:
A margem norte é a margem sorte. ;)

desejo:
O teu riso é o meu orgasmo perpétuo. De resto, eu não sou, mas o Pacheco, sim, é o maior. ;)

MENAGEATROIS:
Ahahahah. E tudo uma questão de sintonia. ;)

S*:
A margem minhota tem tudo de bom. ;)

Patife disse...

Daniel:
É bem verdade essa de algumas traficaram droga. Mas ontem estive com uma juíza que me dispensou o que tinha debaixo da toga. ;)

Anónimo disse...

Hoje descobri este blog.. relembrou.me o «pipi».. após me terem devolvido o livro deste escritor ri até não poder mais e tentei descobri-lo neste vasto universo virtual (sem sucesso para grande pena minha) e descobri este blog..estará pipi com uma nova identidade? Mais soft com um vocabulário mais extenso..com novas peripécias.. Será?
Ou se trata apenas de um fã que seguiu as pisadas do mestre?
Há semelhanças que dão que pensar..
Ainda não explorei o blog convenientemente para poder fundamentar esta suspeita mas irei faze-lo..

Joana Campos Guimarães

Anónimo disse...

Pipi..Patife..Pacheco..
P.. essa obsessão por P's é coisa de roto não?

hmmmmm

voltaste pipi!! podes negar o quanto quiseres mas a mim não me enganas

WEEEE

Joana Campos Guimarães

Inês disse...

Patife: é qualquer coisa voltei voltei voltei de lá.Ainda agora estava na Margem Sul, mas agora já estou cá. Cá é a minha margem Oeste.

Voluptatis disse...

Ahahah! :)

Visita-nos em
www.voluptatis1.wordpress.com

Senhor Geninho disse...

Fiquei Siderado!!!

Petra disse...

A margem transmontana também é do best..... Mas lá só fazes naturismo nas praias fluviais seu patife infernal!

Anónimo disse...

Margem sul rules, ehehehehe

http://my-skin-and-under.blogspot.com/

Patife disse...

Joana Campos Guimarães:
Ahahahah. A única semelhança é o facto de renegarem os eufesmismos sociais, os polimentos verbais e os vernizes educacionais. A grande diferença está no tamanho do nabo. O do Patife é sobejamente maior. ;)

Inês:
As dos Oestes são umas ricas pestes. Ponto da favor. ;)

Voluptatis:
Depois de vir, rir é o melhor remédio. ;)

Senhor Geninho:
Ahahahahaha. Ela também ficou siderada com o tamanho da minha cobra zarolha. Eu apenas fiquei sidrado. E devidamente mamado. ;)

Petra:
Been there, do that. ;)

Anónimo:
"Rules"... Ironicamente acho as da margem sul desregradas na cama. ,)

Malena disse...

Margens? Isso soa-me a coito interrompido! Ficar pelas margens quando se pode entrar no leito... :P

hipérbole disse...

E as raparigas do Norte do país hum Patife ?

Patife disse...

Malena:
Entrar no leito é uma coisa que o Pacheco leva a peito. ;)

hipérbole:
Com as do Norte o Pacheco tem sempre sorte. ;)

catarina disse...

enfim -.-

A Chata disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

isso parece-se só garganta, diz que faz acontecer, mas no fundo não põe nada a funcionar (;

A Chata disse...

Tifinho, abandonaste o teu spot no Chiado??

Patife disse...

catarina:
Com o Patife é mais sem fim. ;)

Anónimo:
É precisamente no fundo que meto tudo a funcionar. ;)

A Chata:
De todo. Mas de quando em vez faço um safari à selva para variar. ;)

Diuska disse...

Patife,

sou da margem sul e percebo-te. A sério que sim...

Não sou como elas...mas conheço tantas! Já me ri tanto com este post...

Patife disse...

Diuska:
Haja alguém da margem sul que perceba onde quero chegar e não fique ofendida. É apenas o estereótipo, sei bem que não abrange TODA a população da margem sul. ;)

Diuska disse...

Eu concordo contigo! Qualquer dia faço um post sobre o mesmo assunto mas no masculino!

é que dos gajos na margem sul...também tem muito que se lhe diga!

Patife disse...

Diuska:
Ora aí está algo que eu gostaria de ler. ;)