quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Diz-me que café bebes, dir-te-ei como pinas

Sempre achei que a forma como as mulheres pedem um café diz muito sobre a forma como elas gostam de pinar. Por isso costumo estar muito atento nas esplanadas onde beberico o meu whiskey, como ontem. É uma espécie de entretenimento. E começa: Ó psst, se faz o favor, queria um café cheio. Ao que o Patife pensa de pronto: tão cheio como tu gostarias que estivesse o teu papo. E aquilo não pára: Por favor, tenha a delicadeza, era um café pingado: Tão pingado como tu gostas de ficar quando o teu namorado derrama o orgasmo em cima de ti. Agora é a da mesa ao fundo, do lado esquerdo: Posso pedir-lhe um café sem princípio?: Que era como tu gostarias de berlaitar, sem princípios nenhuns. (Ou isso ou não aprecias preliminares). Podia atender-me? Era um café com cheirinho: Que é como tu gostas deles. Machos. A destilar suor. Era um carioca: que era o que tu querias pois estás fartinha de aviar portugueses. Era uma bica curta: que é para recuperares do trauma que foi a noite passada com aquele negrão que te rebentou a sardanisca. Queria um garoto, por favor: Que é para te sentires um pouco mais jovem, que hoje de manhã notaste nos papos de galinha. Dá-me um abatanado?: Já que há meses que não levas com um avantajado. E assim por diante.
Mas depois enfastiei-me e, com os copos a mais, caí na asneira de contar a minha teoria de entretém a uma gaja que estava a tentar engatar. Erro crasso: Mas que absurdo. Desculpa mas eu não me deixo levar por homens de Neandertal, disse a moça em tom ofendido. Achei que ela estava a pôr-me à prova e esforcei-me então por lhe mostrar os meus conhecimentos de Paleoantropologia: Acho que fazes muito bem. Mas e aqui pelo meu Homo Erectus? É que ele depois evolui para Homo Habilis e é um vê se te avio. Nem me respondeu. O que foi bom pois deu-me oportunidade para cirandar até à Bica e conhecer uma eslovaca que de eslo não tinha nada. Era uma mulher cheia de fodinhas mansas e o Patife, enquanto patriota que zela pelo turismo nacional, apresentou-lhe aqui o verdadeiro Ascensor da Bica. Que, está bom de ver, ascendeu ao bico em tempo recorde.

81 comentários:

Pequena Lince disse...

Olha que bela leitura matinal!! E eu que ainda não bebi o meu café!! ;) "Bom dia, quero um café se faz favor..." e o que dizes deste pedido?

Patife disse...

Pequena Lince:
Ora. Que é como tu gostas deles: Straight & Simple. ;)

Patife disse...

Pequena Lince:
Ou: Já vi que gostas de ir directa ao assunto sem rodeios.

Vera, a Loira disse...

Depois disto é que eu tiro a minha Nespresso da caixa e começo a tomar em casa as várias variedades sem dar satisfações a ninguém, na privacidade do meu lar, não haver outro patife por aí.

Patife disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patife disse...

Vera, a Loira:
Que é como tu gostas: às escondidas e de luz apagada. ;)

Ou: Já vi que gostas de o fazer sozinha e com os teus próprios instrumentos. ;)

VM disse...

qualquer dia fazes uma teoria com o bater da porta por parte delas... lol

Patife disse...

VM:
Mas é claro. Diz-me como bates a porta, dir-te-ei como me bates a torta. ;) É para breve.

Anónimo disse...

E quem n gosta de café?

retiro o que disse... disse...

Não resisto. E quem gosta de café cheio, com espuma, sem açúcar e com pau de canela? (Será demasiado elaborado? o pedido, claro...)

Complicada como eu sou, nem sei como me saio tão simples na hora da brincadeira. Estou para descobrir.

Beijo descafeínado e pingado.

Louise disse...

Patife patife...
Então vocemessê partilha assim as suas teorias??

Pois para mim é um café cheio em chávena fria... com 'se faz favor' que eu sou muito educada.

Patife disse...

Anónimo:
Mulher que não gosta de café é frígida. ;)

retiro o que disse...:
Quem pede um café desses "gosta pouco, gosta". ;)

Louise:
O Patife é um teórico do pinanço. Já o Pacheco é mais virado para a prática.

Café cheio em chávena fria? Que é como vocemessê gosta: Frio por fora mas quente por dentro. ;)

El Solittario disse...

és um patife,,,

então está a menina a descontrair com o seu cafézito e vens tu com uma aula de paleoantropologia,,,
ai ai patife,,,
tem de voltar á "escola",,,

LOL

Marota disse...

Estimado Patife, tem cuidado! Com tanto tricotreco ainda esfolas o Pachéco. Tens que o poupar.

desejo disse...

Não sabia que defines a performance da mulher pelo modo como ela pede o café.
Eu peço com delicadeza. E adoro café. Quanto ao resto, diz o que entenderes.
Mas sempre em forma o teu patife.

desejo

grassa disse...

Então e um gajo como eu que dá-lhe à bruta na Tofina?

Patife disse...

El Solittario:
O Patife sofre de verborreia e não tem vergonha na cara. Nem no corpo. Nem na língua. O que, por vezes, dá em grandes despenhanços. ;) (ia dizer espetanços mas ainda me entendiam mal)

Marota:
O Pacheco tem garantia vitalícia. Mas por acaso até o poupo, daí nunca o usar mais de vinte vezes por dia. ;)

Desejo:
Ahahahah. As que pedem com delicadeza são uma limpeza. ;)

Grassa:
A teoria só abrange mulheres. Mas se fosses uma mulher e desses à bruta na Tofina era porque gostavas dela grossa e não fina. ;)

Marota disse...

Gabarolas, olha que o nariz cresce-te como ò Pinóquio.

Marota disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Philippa disse...

És demais! Ou melhor, nunca é demais...
Digo sempre "por favor", no fim, e nunca "se faz favor". É mais elegante e menos usual.
Gosto dele normal/médio, aromático e por vezes, despejo-lhe um pouco de água, para arrefecer...
Isso faz de mim o quê Patife?

*XS* disse...

Eu quero:

Café cheio, sem açúcar, forte e... já!

E se me serves uma água deslavada... quem te pina sou eu!!

:)

Tripeiro disse...

Patife, essa teoria também serve para a gayzada. Tu ten cuidado pah!
eheheheh

Stargazer disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Stargazer disse...

Mauvais Mac,

A tua cronologia anda ao contrário? Ou fizeste uma adaptação do "clockwork" dos hominídeos?

Eu diria que primeiro veio o Homo habilis, e de facto, habilidade nas técnicas do engate não falta ao Patife. Depois o Homo erectus. Este refere-se sem sobra de dúvida ao Paifório. O Patife é o habilis, o Patifório o erectus. Um fala, o outro ergue-se. Existe melhor exemplo de trabalho de equipa?

Mas agora...e o ergaster? O Homo ergaster é o Patife a soletrar "orgasmo" nas suas 80 línguas. Sim, porque um derby internacional confunde. Orgasmo-orgia-orgaster-ergaster, o Patifório ergue-se e elas vergam-se.

Presumo que o Homo heidelbergensis se revelou dentro do Patife aquando resolveu ir a umas aulas na Universidade com o mesmo nome. Ou seja, papou a Frau Helga em Heidelberg.

O Homo floresiensis não se coaduna com o Patife. Não me parece que o petit nom de "hobbit" seja algo com que identifiques...

Sobra o neanderthalensis...vulgo papa holandesas. Simbiose de netherlands com thal. É tal e coisa...e o Patife afinfa-lhe depois de fumar umas brocas num coffee-shop?

Mauvais Mac, eu gosto de Capuccino, sem natas, com leite batido. Ai, ai, ai...

Ti voglio scoppare con passione!

Baci,

Pequena Lince disse...

Ora nem mais, directa ao assunto!!!! ;)

Stargazer disse...

Pequena Lince,

Com a permissão do dono da casa, respondo-te com um

:)

Beijo luso,

Patife disse...

Marota:
Não é o nariz que cresce tanto. ;)

Philippa:
Simples: Pedes um café assim porque na verdade gostas de deitar água na fervura. ;)

*XS*:
Já vi que gostas de rapidinhas. ;)
Isto é porreiro. Estou aqui estou a saber como pinam todas as leitoras das crónicas do Patife. ;)

Tripeiro:
Nah. "Gayzada" é coisa de garotos. ;)

Stargazer:
Ahahaha. Já vi que fizeste os trabalhos de cada de Paleoantrocadilhogia. ;

Isso é que é um café. Mas revela desejos tão porcalhões que vou respeitar a tua privacidade até porque esta teoria é infalível ;)

Pequena Lince:
Lá está. Teoria testada e infalível. ;)

Louise disse...

Ó patife... e não é que acertou?!

desejo disse...

«Já vi que gostas de rapidinhas. ;)
Isto é porreiro. Estou aqui estou a saber como pinam todas as leitoras das crónicas do Patife»

Pela andar da carruagem não há-de faltar quem queira.
No Chiado, tu com o copo de whisky na mão, vou ser a primeira a aproximar-me de ti. Quero ver se me distingues.. pelo pedido do café.
Teu Patife vai mostrar se tudo o que aqui escreves é verdade.

desejo

Maionese disse...

nunca tal me tinha passado pela cabeça... vou hoje mesmo ouvir atentamente como as gajas pedem café, à noite.
obrigado pela dica :)

novo post no local do costume

Strictly Bullshit disse...

Ao ler estes textos, depois de me rir à desgarrada, só consigo pensar que o Barney Stinson não só existe como é português!

Senhor Geninho disse...

Hmmmm, pedir-te que descrevas uma mulher que peça um café com natas ou um ice coffe, ou um irish coffe ou então um daqueles lotes especiais do Qúenia será demasiado óbvio... ;) Bem vindo!

Anónimo disse...

Cada vez mais aprecio um belo café!

pink poison disse...

Meu querido patife: não bebo café mas a foder, ficava gravada na tua memória!

Alentejano disse...

Pinar é fazer o pino ou cair de queixos?...para beber a...bica!?!

Marta disse...

Gostei!
Acho que este teu post está um mimo :)

E já agora....eu bebo Carioca...achas que ando farta dos portugueses?

Patife disse...

Louise:
Mas é claro que acertei. Isto é uma teoria secular com elevada taxa de sucesso. ;)

desejo:
Ahahahaha. O Patife faz rir quase tanto como faz vir. Estarei particularmente atento aos pedidos "com delicadeza". ;)

Maionese:
Sinto-me honrado por ver os meus ensinamentos serem postos em prática. ;)

Strictly Bullshit:
Ahahahahahah. Ser comparado ao mestre Stinson é um dos maiores elogios que podem fazer ao Patife. ;) (E sim. Ele aprendeu algumas coisas comigo) ;)

Patife disse...

Senhor Geninho:
Segundo ouvi dizer os lotes do Quénia são sempre especiais, em grande quantidade. Obrigado. É bom estar de volta. ;)

Anónimo:
Não se recusa café a ninguém. Pelo menos essa é a política do Patife. ;)

Pink Poison:
Ahahahahah. O Patife tem memória de batráquio senil, por isso, tal coisa seria um feito capaz de desencadear um terramoto ou mesmo o Apocalipse. ;)

Alentejano:
Pinar é foder a fazer o pino. Não é para todos. Quando tinha vinte anos era mais fácil. ;)

Marta:
O Patife é assim. Distribui mimos sem olhar a modos. E, sim, segundo a teoria expressa infalível, quem pede cariocas tem mesmo um desejo subconsciente de transar à brasileira. ;)

Pedro disse...

Café sem principio??? Essa nunca tinha ouvido!!!

Então essas férias grande Patife?

Patife disse...

Pedro:
Há uma grande franja de mulheres a pedir café sem princípio. É coisa recente. Pede que vais ver que te servem.

As férias foram tudo menos um descanso. Mas enfim, a Volta ao Mundo em 80 Cricas é necessariamente trabalhosa. ;)

$hort disse...

A Dora do "6grausdeseparação" says:...a imaginar-me tapada com a mantinha no sofá e a beber um chá preto sem ficar cheia de calor a seguir....

O que diz a carta astro-cafeína?

:)

Helena disse...

Naaaa... Há aí qualquer coisa que está a falhar. Então as mulheres que não gostam de café, não gostam de pinar?
Seria uma teoria bem mais interessante aplicada a bebidas espirituosas e coqueteles.

Sílvia disse...

Só este blog para se lembrar desta comparação! Sempre inovador :)

Sílvia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
█► JOTA ENE ◄█ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Hoje no Chiado num dos locais mais aprazíveis p'ra se beber café, uma sirigaita bem ousada mesmo ao meu lado, pediu alto e bom som, quiçá, confundindo-me com a tua pessoa, um nescafé com adoçante.

Trocamos olhares cúmplices e sedutores. Pelo o teu "background" nestas matérias, o pedido dela representa o quê? ;)

PS - Aconselho-te a passares no XOCOA, a menina do nescafé é presença assídua pela sua irreverência e o seu exotismo.

Patife disse...

$hort disse:
O sistema só funciona com café mesmo. Se introduzo chá preto no sistema, apesar de ter cafeína, dá erro. Sorry. ;)

Helena:
Nada disso. Claro que tanto podem gostar como não. Eu fico é sem saber do que gostam. Com essas tenho mesmo de experimentar para saber. ;)

Sílvia:
O Patife tem de se entreter com qualquer coisa numa esplanada. ;)

JOTA ENE:
As mulheres que pedem o que quer que seja com adoçante são amargas convictas por natureza. É fugir. ;)

Cute Black Cat disse...

Devo-te dizer meu espertinho que até não está nada mal a tua teoria se bem que as mulheres não são assim tão fáceis de entender nem tão previsíveis, está bem?
Mas, por acaso, eu até gosto do café cheio. As conclusões daí...pensa tu.

Cute Black Cat disse...

Devo-te dizer meu espertinho que até não está nada mal a tua teoria se bem que as mulheres não são assim tão fáceis de entender nem tão previsíveis, está bem?
Mas, por acaso, eu até gosto do café cheio. As conclusões daí...pensa tu.

Cute Black Cat disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lolita disse...

Patife,

A Lolita, que é uma mulher do norte, mais propriamente do Porto, pede um simbalino.
Vá, manda lá uma ordinarice, ao bom estilo do Patife.... hehehehe

P.S. gosto de um atendimento bom e rápido, carago!!! hehehehe

m disse...

o patife é o 'evil brother' do bandido? suponho então que o amor não lhe dê tesão :)

desejo disse...

«As mulheres que pedem o que quer que seja com adoçante são amargas convictas por natureza. É fugir. ;)»

Lendo este comentário e ao pensar nas mulheres que conheço e que usam adoçante no café, cheguei à conclusão de que é uma realidade.
Ai Patife quanta experiência tens tu nas fodanças cricas onde entras!

Irritadinha disse...

E quem é fã do Pensal (ou como diz a minha vizinha "Pensel") numa caneca bem cheia?
Já agora as que preferem chá, o sabor escolhido indicia algo?

Petra Pink disse...

aposto que foi no chiado não?? heheh

pink poison disse...

Pois é e o chá? Eu bebo branco daqueles que vêm em triângulos...

Patife disse...

Cute Black Cat:
Um tipo tem de se entreter com qualquer coisa numa esplanada. Pelo menos um tipo dos que pertecem à classe dos parvos crónicos, o que é o caso. ;)

Lolita:
Um cimbalino é para quem gosta de malhar a fazer o pino. ;)

m:
Ahahahhah. Bem visto. Ao Bandido, o amor até pode dar tesão, mas ele foge. Ao Patife é o humor que dá tesão e ele fode. ;)

Desejo:
É verdade. O Patife tem um interesse sociológico nisto tudo. ;)

Irritadinha:
A teoria foi testada apenas com café. Vou começar a reparar nas que pedem chá e depois engato-as para estabelecer um padrão comportamental. Cá estarei para vos contar tudo. ;)

Petra Pink:
Mas é claro, Petra. Já sabes como é o Patife. Do Chiado à chiadeira vai um café de distância. ;)

Pink Poison:
Vou começar hoje mesmo a testar a teoria do chá. Assim que tiver resultados fidedignos, cá estarei para vos brindar com a minha sapiência. ;)

VM disse...

tens um desafio, lá no meu tasco...

abraço!

Malu disse...

ah eu gosto é de café com creme, me fascina a combinação...

Malu disse...

ah eu gosto é de café com creme, me fascina a combinação...

The Fine Pair disse...

E tu, Patife? Como tomas o teu café? (A versão "mucho macho" da coisa, pois claro!) ;)

Neisseria Gonorrhoeae disse...

O patife pergunta o preço antes de tomar o café, que é como quem diz, "Com as minhas técnicas, só pagando".

eheheh, não resisti.

Bom blog, boa leitura de entretenimento.

m disse...

patife, queres tomar café?

Juni disse...

oh patife, tu e as tuas teorias! andei longe uns tempinhos, sem te ler,mas tas em grande, como sempre:b
já agora, gosto de café extra açucar em copo com gelo;)

boas patifarias!

Patife disse...

VM:
Gracias muchacho. ;)

Malu:
Com o Patife o café acaba sempre em creme. ;)

The Fine Pair:
Comigo é sempre café forte e em dose dupla. Sem mariquices de açucar. ;)

Neisseria Gonorrhoeae:
Pergunto é sempre quanto me pagam para beber café. ;)

m:
Claro. Bebo café todos os dias várias vezes ao dia. ;)

Juni:
Ah, o também conhecido como Café à nove semanas e meia. ;)

Miss B disse...

eu nao bebo cafe

Patife disse...

Miss B:
Assim o Patife fica sem saber como é que a Miss B gosta de pinar. Bolas. ;)

Dora disse...

As que pedem "abatanados" são as que levam no cú para dizerem às mães que são virgens.

Patife disse...

Dora:
E, oficialmente, são. O Patife gosta dessas. ;)

Neisseria Gonorrhoeae disse...

Patife, se calhar a miss B não PINA.

m disse...

eheheh :)

Patife disse...

Neisseria Gonorrhoeae:
Cruzes canhoto. Não se pode blasfemar neste espaço. ;)

Margarida disse...

Eu peço: "Boa tarde! Um café, sff!". Que diz isso de mim?

Patife disse...

Margarida:
Que vais directa ao assunto. É uma qualidade em vias de extinção. Preserva. ;)

Menina Veneno disse...

Olhe que eu acho que a sua teoria é capaz de ser acertada...

by the way... eu bebo pingado!

S* disse...

Oh Patife... eu gosto de café pingado. lol

Patife disse...

Menina Veneno:
A teoria está cientificamente testada. É quase infalível. E se a menina gosta pingado, já sabe como é... ;)

S*:
Café pingado? Pois... Já sabemos como a S* gosta de pinar. ;)

Juni disse...

9 semanas e meia - o filme?:p

Patife disse...

Juni:
Na pior das hipóteses o filme, sim, que tem um momento marcante com gelo. Até me arrepiei só de pensar. Na melhor das hipóteses é uma queca de nove semanas e meia, sempre seguido, só com pequenos intervalos para comer e dormitar. Mas até o Patife só aguentou três semanas e meia nesse ritmo. ;)

Ana Teresa disse...

ai essa rapariga que conheceste no bar deve tomar abatanados coitada, que falta de sentido de humor! ou então estava num dia não...eu acho que se alguém me contasse esta teoria eu desmanchava-me a rir, mas concordo que não foi uma forma subtil de abordagem ahah.

Patife disse...

Ana Teresa:
O Patife não tem travões na língua. É destravado linguístico. ;)